sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

Natal Comercial

Tem piada. E está lá a história do Natal (ainda que a anunciação do anjo não tenha sido em Belém). E não fala do Pai Natal.

4 comentários:

Anónimo disse...

Através destes meios consegue-se cativar mais pessoas do que se pensa. Jesus Cristo é um "menino/moço especial". Não é com o estilo do cardeal patriarca de Lisboa que se motiva as pessoas. O rosto dele não é de menino nem de moço é um simples vendilhão do templo que vende bijuterias para ter protagonismo. Basta ver o que fez ao nosso bispo D. António Francisco. Força D. António estamos consigo porque acredita no menino especial ao contrário daquele vendido aos arquitectos do compasso e do esquadro. Feliz Natal a todos os que estão com D. António Francisco Santos

Anónimo disse...

sou lamecense e tenho grande estima por D. António Francisco dos Santos. Não sei o que o Patriarca lhe fez. Poderia informar-me, por favor?

Anónimo disse...

Caro irmão
O Patriarca deixou-lhe um legado negro estilo um queijo francês cheio de buracos. E agora quem leva com as consequências daquilo que os media dão da diocese do Porto é o bispo António Francisco. Força D. António estamos consigo. Tenha força suficiente para resolver os assuntos

Anónimo disse...

Irmãos e amigos deixem de falar de bispos. Esse canalha terá o inferno que merece. Ele incendiou o Porto e fugiu para Lisboa. Nem o braseiro de Natal lhe aquece a ambição, talvez seja denunciado antes daquilo que sonhou. No aniversário dos 90 anos daquele que o coloca na ordem (O visado nunca ousou criticá-lo porque sabe que o político o linchava em três tempos, sabe os podres da clementina) isso foi falado «entre dentes».
Fernando Miranda

Os dois maiores erros da história de Portugal

António Rendas, reitor da Universidade Nova (de partida) e durante dez anos reitor dos reitores portugueses, diz que "expulsar os judeu...