terça-feira, 2 de dezembro de 2014

José Diogo Quintela: Sócrates e Jesus


Conclusão da crónica de José Diogo Quintela na 2 (Público) de domingo passado. Leia tudo aqui (só me interessa a aproximação a Jesus).

3 comentários:

Euro2cent disse...

> na verdade, Jesus estava mesmo a pedi-las

> (só me interessa a aproximação a Jesus)

Quer duvidar ou realçar que Jesus deu umas caneladas valentes no "establishment" lá da paróquia?

E portanto?

Anónimo disse...

Eles estão em todas! Os tentáculos da casta não se diluem apenas no episódio da condenação de Jesus: tinyurl.com/o9h3hyv

Jorge Pires Ferreira disse...

Só quero apontar o uso de Jesus no texto. Esqueci-me de por a etiqueta inspirações. Cabe nesse género.

Semana dos Seminários

Parece que se dizem agnósticos (ou o mais conhecido deles). Mas a simbologia católica (sim, mais católica do que simplesmente protestante ou...