quarta-feira, 15 de outubro de 2014

Oxalá que sim

No sínodo parece que não se entendem. E isso é capaz de ser bom. Para continuar tudo na mesma, não era preciso deslocaram-se a Roma. Mesmo em low cost.

55 comentários:

Anónimo disse...

Já faltou pouco para andarem ali à vassourada, como aquele episódio dos “padres” na Igreja da Natividade… lol… ainda bem que não se entendem, é um bom sinal! Agora aquelas bocas uivantes do exterior purpurado, a apelar ao ataque da alcateia, até mete aflição… é uma vergonha!

Anónimo disse...

Vai ficar tudinho na mesma. Exceptuando a nulidade dos matrimônios em cada diocese ou país.

Anónimo disse...

Agora sim, começa a esperança.

O Cardeal norte-americano Raymond Burke foi afastado da presidência do Supremo Tribunal do Vaticano porque não concorda com uma postura mais liberal da igreja.

Outros irão pelo mesmo caminho.

Obrigado Papa Francisco.

Anónimo disse...

Será que o Papa Francisco já sabe que o D. Manuel Clemente de Portugal é pró Raymond Burke? É preciso limpar a Igreja com esse sonsinhos e lambe botas do poder que não se comprometem com nada. Está na hora de denunciar estes lobos que vivem da fé das pessoas.

Anónimo disse...

Excelente comentário do 12.10. O lobo da Igreja na nação lusitana é o PATRIARCA de LISBOA (O mini-Cerejeira). Ele devia ter vergonha de estar presente na beatificação do beato Paulo VI. O embaixador do Vaticano necessita de saber o que pensam os católicos em Portugal. Deixo o desafio ao promotor deste blogue a lançar uma petição sobre o que pensam os católicos sobre essa nulidade do mini-Cerejeira de Portugal.
JRosa

Anónimo disse...

Andais abespinhados.

Anónimo disse...

Eu diria apos ler os comentarios q a capa da tolerancia é sempre a q vai à frente mas tb é sempre a primeira a cair
Jacomw

Anónimo disse...

As mentiras de Kasper:

http://www.youtube.com/watch?v=CTCKIEHtnlk

As manipulações dos liberais junto dos media para tentar condicionar as acções no sínodo:

http://chiesa.espresso.repubblica.it/articolo/1350897?eng=y

Felizmente que as periferias verdadeiras da Igreja se revoltaram com quem quer abrir as pernas à opinião de quem quer destruir a Igreja:

http://www.mondayvatican.com/vatican/synod-of-bishops-hope-in-the-peripheries

Anónimo disse...

Comentários engraçados com sobre a linha conservador da Igreja. Esses conservadorecos (estilo patriarca de Lisboa) devem estar entalados até à garganta. A fatiota dele está bolorenta. Digam-lhe para ser pastoral e menos jogador.

Anónimo disse...

Uau. Uau. Ainda bem que a capa desse melindra está a cair. O rosto desse bispo de lisboa tem riso amarelo e vai ficar negro como o fumo da capela sistina. Figura sinistra esse patriarca de Lisboa
Nunca gramei a falsidade dele.
Cump do Ant. Ramos

Anónimo disse...

Esta é para o 01.05. Foste ingénuo. Ele já era gozado em Lisboa com os tiques e toques no seminário dos Olivais. Só os KIKOS e os CLs gostam dele. Porque será? Tira a capa Clemente do «quarto crescente». Os parceiros dele descodificam as minhas palavras.
AC

Anónimo disse...

O gozo e a maldade q por aqui prespassam em alguns comentarios nao trazem nada de novo - infelizmente para todos mas principalmente para os proprios.
Jacome

Anónimo disse...

Clemente passará para a história como o pior dos bispos que serviu a Igreja no Porto. Uma vergonha execrável. Não deixará, jamais, saudades. A sua ida para Lisboa foi um alívio para todos nós. Basta ver o relato que o dito cujo fez acerca do que se passava em Roma: uma avaliação totalmente tendenciosa. Totalmente. Lisboa ficará cheia de ervas daninhas.

Anónimo disse...

Ao redor do Clemente anda outra das mais sinistras pessoas da Igreja nacional: um cerco Calaça madeirense que já devia ter ido para Roma pelos mesmos motivos de um outro Bispo do Norte. Mas como é defendido pelso media, nada disso se sabe. Há-de saber-se.

Anónimo disse...

Anónimo 3:45 da tarde! O artigo que partilha do “mondayvatican”, trouxe-me logo à memória aqueles artigos elaborados pelos lefebristas! Não é por caso que o primeiro comentário ao artigo chega precisamente de alguém que gere um blog, onde o tema predominante é a defesa da doutrina da SSPX! Todo o artigo deste jornal está infestado desse odor das paroquialidades lefebristas!

Resumindo:
1. A Igreja de África é uma esperança como? Na seriedade de muitas vocações que parece que ali abundam! Quais são afinal, as “verdadeiras razões” que atraem essas vocações que enchem os seus seminários?
2. Que esperança é essa, que mantém um silêncio vergonhoso e escandaloso, em relação às condenações e à perseguição dos “leprosos” da Igreja de hoje, em alguns países desse continente? (não surpreende a sua posição agora neste sínodo…cumplicidades vergonhosas..!). Pois!
3. Que esperança é essa que vai impondo doutrinas hipócritas, (métodos contraceptivos, etc…), que apenas resultam em mais miséria e aumento da mortandade, sobretudo entre as crianças e mulheres naqueles lugares! E a outra questão do HIV em função do tema da sexualidade ali…!

Anónimo disse...

Quando dizia no meu comentário anterior: (não surpreende a sua posição agora neste sínodo…cumplicidades vergonhosas..!), referia-me, é claro, aos cardais africanos conservadores)!

Voltando ao artigo, (3:45 da tarde): esse jornal fala da “esperança das periferias”, (sobre o outro tema da “escravatura”, nem me vou debruçar sobre ele, uma vergonha aquela abordagem negacionista, bem ao jeito dos lefebristas, tresanda!)! De facto, a esperança está nas “periferias” como reafirma o aponta aqui tb, mas naquelas onde vivem aqueles que sempre foram rejeitados e esquecidos pelo poder e por quem sempre esteve e ainda está hoje ao seu lado, essa outra igreja-instituição que ainda não se converteu, aqueles que se servidno dela, vivem agarrados aos palácios e aos lugares principescos, esses que como a nossa cotovia vadiolas de voos engraxantes vaticanistas, fazem parte dessa outra “periferia”, que se marginalizou há muito, mesmo até contra o Espírito Santo.

Nem tudo é cinzento graças a Deus, este sínodo da Família foi uma lufada de ar fresco! E embora os seus resultados possam parecer ter um único sentido, a verdade é que é uma alegria descobrir que as coisas estão a mudar, basta atentar na proporção dos votos dos dois lados! Levará o seu tempo, mas é imparável a mudança! Aqueles que na verdade querem “destruir a Igreja”, esses sim, estão a diminuir a olhos vistos. Um comentador dizia no DN - 19.10.2014/17:38: “É pena QUE...não tenha sido discutido a pedofilia e a homossexualidade em simultâneo para ver se a capacidade de excluir cristãos da Igreja se manifestava de forma tão assintosa e arrogante!”… e mais não digo!

Anónimo disse...

Da comunhão e dos recasados… é inútil a gritaria destes meninos mimados a brincar com barretes de cardeais, e muito menos daqueles que os escutam, e que não se poupem por aí a gritar dos altares, que só comunga quem estiver em graça! Que pena tenho desta gente…. são eles, os primeiros a estar fora da graça quando tentam fazer precisamente aquilo que Jesus nunca fez, que foi separar algum filho da sua comunhão. Disse inútil, porque ninguém também já os escuta, são como canas rachadas ao vento, não como o João dos gafanhotos, coitado, esse nem se sentia digno de baptizar o Senhor, mas sim aquelas canas rachadas de misérias humanas, que gritam e gritam sem se darem conta da sua própria miséria que todos os que se sentam naqueles bancos da Igreja já conhecem tão bem! Olha se a misericórdia destes fosse igual à que carregam estes “funcionários de Deus”...! Enfim, não se pode generalizar, há padres santos e verdadeiros discípulos…!

Anónimo disse...

para quem não tem medo da verdade e não se enreda por mentiras camufladas por verborreia:

As mentiras de Kasper:

http://www.youtube.com/watch?v=CTCKIEHtnlk

As manipulações dos liberais junto dos media para tentar condicionar as acções no sínodo:

http://chiesa.espresso.repubblica.it/articolo/1350897?eng=y

Felizmente que as periferias verdadeiras da Igreja se revoltaram com quem quer abrir as pernas à opinião de quem quer destruir a Igreja:

http://www.mondayvatican.com/vatican/synod-of-bishops-hope-in-the-peripheries

Anónimo disse...

A lógica de alguns (sobretudo ditos "liberais") é simples: mentir, ofender, mentir, ofender, mentir, mentir, ofender e no fim dizer "somos incompreendidos; não há ninguém que venha limpar os olhos das nossas lágrimas?". Lágrimas de raiva por se embater contra a verdade não se limpam: promovem-se.

Anónimo disse...

3:27 da tarde,por outro lado, há quem promova o cinismo, em vez de rebater com argumentos básicos, (ao menos um), das questões antes lançadas, e catalogadas de mentiras, nessa fuga habitual, de quem é incapaz de olhar para si próprio, e fazer um pequeno, mas mesmo pequeníssimo acto de contrição! Enfim….de vendedores de lágrimas de crocodilo, livrai-nos Senhor!

Anónimo disse...

Já o vendedor das “mentiras de Kasper”…( 3:23 da tarde), a repetição da venda do “produto”, só denuncia que por aí anda banha da cobra! Ou será mesmo que ainda acreditará naquele dito: “Uma mentira tantas vezes repetida acaba por se tornar em verdade”! Humm… valerá mesmo a pena esse esforço e as horas extras para cumprir os objectivos desse circulo onde se move esse corporativismo religioso que vexa. consome, e anda a tentar vender por aqui aos mais incautos!

Anónimo disse...

Agora aparecem os defensores do Muller e companhia. Muller e Clemente fazem boa dupla. Só que um foi a cardeal com o loby da corrupção Bertoneana. O outro tenta entrar num dos lobys, mas não consegue. Só é esperto - a queda vai ser maior do que ele espera - em Portugal porque o povo é ceguinho

Anónimo disse...

Não vamos ter cardeais nos próximos 30 anos. Ele primeiro tem de definir-se. Os media dizem que fez uma conferência de imprensa para dizer aos jornalistas aquilo que não foi capaz de dizer lá. O homem nem para cura de aldeia serve. O que defende esse lambe botas do poder?

Anónimo disse...

Imagino como irão as coisas na diocese de Lisboa! Se já não iam bem...

Anónimo disse...

“No Sínodo, que decorreu em Roma de 05 a 19 deste mês, prevaleceu "a validade da família cristã por maioria absoluta"… (Clemente no DN de hoje)...ahahaha …

(o parágrafo sobre os recasados, para terem acesso à comunhão, recebeu 104 votos a favor e 74 contra.) ahahahah, quando esta cotovia aterra, só sai asneira daquele bico falante... ahahh...

Anónimo disse...

Ainda sobre o Sínodo da Família, um texto muito interessante.

“…el mundo se ha enterado de que en la Iglesia persiste muy vivo un sector importante de clérigos (de todos los rangos) y de laicos que identifican las creencias cristianas con posiciones inmovilistas e intolerantes que, además, desde el punto de vista de la más documentada, sana y ortodoxa teología, son posiciones indemostrables. Y, por tanto, posiciones que ocultan pretensiones inconfesables de poder y autoridad que se orientan más a mantener intacta la “sumisión” de los fieles que a fomentar la “libertad” que brota del cariño entre los seres humanos.” José Mª Castillo (Familia: ¿Qué quiere la Iglesia?).

http://blogs.periodistadigital.com/teologia-sin-censura.php/2014/10/21/p359284#more359284

Anónimo disse...

Alguém consegue dizer-me quem disse isto:

a) The 2014 Synod demonstrated the extraordinary self-confidence of bishops from dying local churches who nonetheless feel quite comfortable giving pastoral advice to local churches that are either thriving or holding their own;

b)As the Holy Father states, there are a lot of so-called “do-gooders” who think that to do good is merely to please or ingratiate. He also warns that some are fearful, perhaps implying that they fear to offend or to cause the pain that healing sometimes involves. We cannot be tempted to blindness, false compassion, or fear. Love and truth cannot be separated, though truth without love can be used as a bludgeon;

c) The 2014 Synod was extraordinary in its demonstration that too many bishops and theologians (and bishop-theologians) still have not grasped the Iron Law of Christianity in Modernity: Christian communities that maintain a firm grasp on their doctrinal and moral boundaries can flourish amidst the cultural acids of modernity; Christian communities whose doctrinal and moral boundaries become porous (and then invisible) wither and die.

Ah...

Anónimo disse...

Clemente = parvalhão. Só não se dá conta disso quem é cego ou quer lamber-lhe as botas. A Igreja em Portugal vai lamentar-se por décadas por ele ter sido Patriarca.

Anónimo disse...

ó 4:33 da tarde… de um leigo (desses com batina bem negróide no espírito, como dizia o Dom Pedro Casaldáliga), saído dessas fornadas teológico-intelectuais da direita ultra-radical, reaccionária e conservadora, como é aquele ninho de vespas integristas que controlam e moldam a Igreja americana, com esse demitido Burke como timoneiro e guia espiritual desse exame de vespas angélicas, o que é que se poderia esperar?!

Anónimo disse...

ó das 7:02 da tarde... ah, sim? Já reparou que a segunda citação é do Papa Francisco? pois é... pois é... assim se vê quem ama a Igreja e quem, por mais que se bate Francisco, conhece e ama o que ele diz.

Anónimo disse...

Anónimo 8;02 da tarde, não tente deitar areia para o ar! Sabe perfeitamente que eu não me referia ao conteúdo do Papa,(b) (conheço bem o que Papa diz, e sei ler o inglês perfeitamente), mas aos outros dois pontos: (a; c), que fazem parte de um artigo do (George Weigel), um teólogo bem conhecido da direita radical da Igreja católica americana, sobretudo à forma como ele manipula os conteúdo do tema, dando-lhe uma visão única, que representa precisamente a visão e a posição dos conservadores, liderados pela igreja americana! O texto deste teólogo que faz parte desse grupo a quem Francisco chamou de “zelosos, escrupulosos, cuidadosos, tradicionalistas e intelectualistas”, está aqui para quem quiser ver até onde é capaz de ir o cinismo dos teólogos da ultra-conservadora igreja católica americana, um dos grupos mais reaccionários que apareceram neste Sínodo da Família! Podem ler aqui:

http://www.firstthings.com/web-exclusives/2014/10/an-extraordinary-synod-indeed

Anónimo disse...

8:02 da tarde, Recorda-se certamente desses ”adjectivos” apontados pelo Papa Francisco a essa gente dos tradicionalismos zelosos incensados de integrismos, naquele discurso de encerramento do Sínodo! É claro que sim! Estranho foi o caro não ter citado também esse excerto nesse seu comentário! Pois! E depois sou eu que “não conheço e amo o que ele diz”…”

Anónimo disse...

O que é uma hóstia? Farinha amassada com água! Depois de consagrada transforma-se em corpo de Cristo, dizem-nos desde crianças e nós acreditamos. Bem, mas o que é realmente o corpo de Cristo? É visível, é palpável? Haja bom senso, sim? Esse corpo nem é visível nem é palpável, só existe à luz da Fé. E o que é Fé? Depende do ponto de vista, não é assim? Tem é que se acreditar! Do ponto de vista Católico Fé é acreditar em Jesus Cristo. Jesus Cristo e Jesus de Nazaré são a mesma pessoa ou um existe somente após a morte física do outro? Então só existe à luz da Fé!!! Acontece que a tal da hóstia, que não é nem nunca foi pão é tanto o corpo de Cristo como um naco de presunto, ou de queijo, ou uma boa santola, ou o que a Fé quiser... Logo, senhores e senhoras recasados(as) comam lá as hóstias que quiserem e mandem os sínodos dos bispos que não decidem nada dar uma volta ao bilhar grande! Comecem a raciocinar como adultos, sim? ADULTOS NA FÉ!!!

Anónimo disse...

Isto está tudo louco. Só prova que a Igreja Portuguesa (refiro apenas os que andam de estola)estão arrependidos de andarem a bajular a maior nódoa dos bispos. Olhem para ele e vêem um bloqueado mental que luta desesperadamente para ser cardeal. Ele está vidrado apenas nisso. Tem noções da história e sabe que esta não lhe perdoa se não receber o barrete cardinalício. Estás o pagar o que fizeste Clemente sem sal nem sabor.
Cumprimentos do Nelson



Anónimo disse...

Os fraters do Clemente, ligados aos movimentos ultra estão a ficar com comichão. Ainda não repararam que ele apenas está a utilizá-los para subir. Na casa episcopal (tal como acontecia no Porto com o ex-JSD)tem apenas menos valias. Gente que cheira o dinheiro como as folhas do evangelho. Patriarca de Lisboa se tiver vergonha demita-se. Faça como o Papa Bento XVI fez. Ao menos fica na historiografia de Portugal como aquele que se demitiu. É melhor para si.

Anónimo disse...

Só a vozinha dele irrita. Lá no Sinodo não teve repercussão nenhuma. Porque será? O lequinhas (como era tratado em Torres) pensa pelo e no umbigo. Está na hora de dizeres o que pensas sobre os temas das reuniões no Vaticano. Não vendas banha da cobra lequinhas.

Anónimo disse...

9:50 da tarde: as suas opiniões teológicas são um exemplo consumado do que a Igreja incorrerá se der ouvidos a palradores como o senhor: deixa de ser Igreja.

9:27 da tarde e 9:47 da tarde; meu caro, as suas palavras das 7:02 da tarde não se referem apenas a a); nem nisso consegue ser honesto? nem nisso? é uma vergonha indescritível; o senhor (ou senhora) responde em geral; das duas uma: ou não lei nada e se limitou a fazer "copy and paste" para identificar o autor do primeiro texto e supôs que os demais eram do mesmo; ou, então, leu a estimou que si, que eram todas do Weigel. Em todos os casos ficou provado o que eu desejava.

Quanto ao não citar o restante das palavras do Papa: se o fizesse a identificação seria fácil; não as citando ficou demonstrado, caso as tenha lido, que desconhecem o que diz Francisco, antes fazendod ele apenas o arauto virtual das aspirações da esquerda teológica mais estúpida e ignorante; essa esquerda que acha que pode ignorar 90% dos cristãos católicos para impôr as suas ideias progressistas (= estúpidas e estupidificantes). Triste. Triste.

Anónimo disse...

Clemente é um traste. Ponto final. O ter entregado a diocese do Porto ao cardeal Américo e às manhas do Carrapa (entretanto banido para o fim do mundo como merece) é a prova do mal que uma pessoa que só quer "aparecer" pode fazer à Igreja. Iremos todos lamentar a sua chegada a Patriarca durante anos.

Boaventura Silveira

Anónimo disse...

1:41 da tarde, a sua cegueira fanaticamente integrista é tanta, que nem consegue ler o que eu escrevi! E a somar a essa cegueira vem a mentira compulsiva, que já não surpreende, sobretudo porque vinda do reduto fanático donde vem. (a dos 90% foi uma gargalhada geral aqui com a malta a lê-lo, nem queriam acreditar como alguém é capaz de ser assim tão desonesto intelectualmente, porque de cego, duvido muito, só se for essa outra cegueira com que Jesus apontou aos fariseus!)

Eu desmonto-lhe a trapaça:

Eu disse no meu comentário das (7:02 da tarde), que eram duas alíneas: a. b. e não só a alínea a. como afirma E sim, ao contrário do que diz com essa estupidez crónica dos integristas, e que aqui aponta a outros, as duas alienas são da pena desse outro integrista Weigel. A alínea (a. corresponde ao ponto 2. e a alínea c. corresponde ao ponto 6. desse artigo que ele escreveu!). Está lá bem escarrapachado, e ainda por cima coloquei aqui o link, mas a sua mentira compulsiva é tão forte que nem mesmo assim consegue ter um pingo de honestidade! Resumindo, o que é muito “triste”, é a sua mentira compulsiva, fruto dessas suas arrogâncias “estupidificantes”.

Essas sim, foram as únicas coisas que o sr. conseguiu provar aqui, a sua estupidez ignorante e a sua mentira compulsiva!

Anónimo disse...

Corrijo os lapsos no comentário anterior...desculpem! (esta gente até consegue tirar a gente do sério!)

O que eu disse no meu comentário das (7:02 da tarde), é que eram duas alíneas: a. c. e não só a alínea a. como afirma E sim, ao contrário do que diz com essa “estupidez” crónica dos integristas, e que aqui aponta a outros, as duas alienas que apontei,(a. c.) são da pena desse outro integrista Weigel, estão lá nesse mesmo texto dele.

A alínea a. corresponde ao ponto 2. e a alínea c. corresponde ao ponto 5. e não o 6. como havia colocado por lapso ao digitar.

O ponto 6. é um lamento desse menino chorão a fazer queixinhas, por não terem convidado o “Pontifical John Paul II Institute on Marriage and the Family” para participarem neste sínodo! Um fã do JP.II, ele bem tentou apagar da história da Igreja as sombras desse papa, com uma biografia que escreveu sobre ele, mas a memória da verdade nunca se apagará.

Anónimo disse...

1:41 da tarde , vamos lá então verificar novamente esse texto, e depois diga-me quem é que aqui não está a ser “honesto”! Cometer erros por lapso como aconteceu agora comigo, tudo bem, mas deliberados, não, é que já fede muito mal essa "táctica"! Ou acha que alguém ainda acredita aqui que um conservador como é o caro, é um defensor do Papa Francisco e da sua actuação! Tretas! Deixe-se disso, fica-lhe muito mal!

Anónimo disse...

Resumindo o que se passou na realidade, para bem da verdade e para que não reste qualquer espaço para dúvida:

1. As minhas palavras do comentário das (7:02 da tarde), fazem referência indirecta a um teólogo leigo que não identifiquei logo, que escreveu essas duas alíneas: a) e c) transcritas por si, no seu comentário das 4:33 da tarde!

2. Essas 3 alíneas, que depois aponto e identifico, aí sim, no comentário das 9:27 da tarde são:

…a alínea a. que corresponde ao ponto 2. do texto desse teólogo.
…a alínea b. que é um excerto do discurso de encerramento do Sínodo da Família.
…a alínea c. que corresponde ao ponto 5. do texto desse teólogo.

Agora basta ler o texto desse teólogo que está online, para verificar a verdade dos factos. Deixo-o aqui mais uma vez:

http://www.thebostonpilot.com/opinion/article.asp?ID=172300

Anónimo disse...

1:41 da tarde aqui vai a resposta do 9:50 da tarde:
-Que bom que seria se ela deixasse de ser igreja... Jesus finalmente SERIA!

Anónimo disse...

Também gostaria de dizer algo! Sou o das 3:29 da tarde. Embora seja rotulado de… sou apenas alguém que busca ser fiel ao espírito do Evangelho e a Cristo, não a uma instituição humana. Por isso, entendo tão bem agora o comentário de 11:01 da tarde! É isso mesmo que também busco, e a razão porque intervenho aqui e em qualquer lugar sem medos nem meias verdades! A minha “luta” e o meu caminho, é também para que Cristo SEJA!

Anónimo disse...

Jesus, o de Nazaré, que é relatado nos Evangelhos (refiro-me aos Canónicos) deixou exemplos de VIDA, de VERDADE e mostrou-nos O CAMINHO. Depois de morrer chamaram-lhe Cristo, inventaram Missas e incensos bordados a ouro, pedrarias, rendas e rendinhas, mitras e báculos e mais um sem fim de exéquias e emaranhados de dogmas que nos afastam de JESUS. 11:35 da tarde
fique com o seu Cristo, eu fico com JESUS!

Anónimo disse...

Ò 7:30 da tarde, por favor!

E não saímos disto. Lá vem outra vez a estória das “pertenças”!

Eu sabia que a enfermidade espiritual da comunidade de Coríntios havia se propagado no tempo, e a prova disso é muito clara com todos esses fragmentos do que resta da “ Igreja”, mas confesso que ainda não me habituei à "coisa" humana, e por isso fico sempre triste, quando vejo pessoas ainda tão agarrados às questões identitárias, quando o que importa é o Amor! Enfim…. Como se o Pai se importa-se alguma coisa, com eu chamar ao Filho, de António ou João!

Anónimo disse...

Meu caro aldrabão das 5:04 da tarde: tenho visto a sua troca de palavras com o outro anónimo. Sabe que comentário merece as suas voltas e revoltas? vá apanhar na bilha, que de apanhar na cabeça já deve estar consolado. Seja honesto! A liberalidade católica parece incapaz disso.

Anónimo disse...

10:50 , nem sequer é digno que eu perca o meu tempo a dialogar consigo! Só o faço a bem da verdade! E se tem tais gostos "bilhados", é problema seu! O vosso desespero é tanto por verificarem que estão a ser desmascarados e a perder a vossa batalha do conservadorismo mais nojento que existe na Igreja, que nem se coíbem em tirar publicamente a máscara da vossa sanita mental, e a maldade que nela se esconde enfeitada de rendas e estolas de anjinhos. Os textos transcritos desse artigo estão lá, só não quer ver e nega quem é mentiroso e cínico! Ei-los:

2. The 2014 Synod demonstrated the extraordinary self-confidence of bishops from dying local churches who nonetheless feel quite comfortable giving pastoral advice to local churches that are either thriving or holding their own…… . That these same bishops and theologians and bishop-theologians have presided over the collapse of western European Catholicism in the intervening five decades seemed not to matter to them in the slightest. Happy days were here again.

5. The 2014 Synod was extraordinary in its demonstration that too many bishops and theologians (and bishop-theologians) still have not grasped the Iron Law of Christianity in Modernity: Christian communities that maintain a firm grasp on their doctrinal and moral boundaries can flourish amidst the cultural acids of modernity; Christian communities whose doctrinal and moral boundaries become porous (and then invisible) wither and die.

Fontes: http://www.thebostonpilot.com/opinion/article.asp?ID=172300

Anónimo disse...

Quanto ao resto, depois na assembleia ordinária marcada para de 4 a 25 de Outubro de 2015, a gente volta a encontrar-se! E como vocês sabem tão bem como eu, a palavra final caberá sempre a Francisco! Eis a razão do vosso estrebuchar agora, e o insulto barato, como barata é a vossa vida! O Burke já foi, outros se seguirão até lá…! Adiós!

Anónimo disse...

1:11 da manhã e a Mãe, importa-se? Sabe, filho só com Pai não existe nem Deus-Pai faria tal coisa! Eh! Eh! Eh!

Anónimo disse...

4:46, e porque haveria uma mãe que ama um filho estar preocupada com um nome. Ama e pronto. Agora no plano sócio-familiar e outros, sobretudo naquele sociedade, que era um autêntico viveiro de patriarcalismos santamente judaizantes, Maria, como mulher, pouco espaço de escolha teria, fosse pró que fosse! Já da questão do “filho só com Pai“, há uma verdade indesmentível: José não foi pai biológico, e apenas “empresta” esse nome à família de Nazaré que nada tem a ver com o padrão cristão daquilo que dizem por aí ser a família que Deus quis! Jesus não nasceu dentro desses padrões, antes pelo contrário, mãe solteira grávida, pai não biológico…etc etc…!

Anónimo disse...

Então quem esse Deus que foi o pai de Jesus? Qual dos deuses romanos escolheram para ser o pai?

Anónimo disse...

Então quem é esse Deus que foi o pai de Jesus? Qual dos deuses romanos escolheram para ser o pai?

Anónimo disse...

12:51 da tarde, tenho coisas mais importantes e mais urgentes para pensar, do que essas questões de alcova das teologias! Desculpe, mas não dou mais para esse peditório!

Anónimo disse...

O Deus que é pai de Jesus? (a mãe é, claro, Maria) Simples: o único que existe. Se houvesse mais do que um Deus não seria Deus. Confuso? Vá lá... vá lá... faça um esforço; vai ver que, apesar de custar, dar-lhe-á um imenso prazer ser inteligente.

E tem muito peso na sua vida?

Lido hoje no DN . Entrevista a Patrícia Reis (a da revista "Egoísta"). Falámos só do abuso em relação à Sofia mas há outros te...