sexta-feira, 23 de maio de 2014

Vai um brinde aos papas santos!

Parece que o Papa não gostou de uma festa com buffet, e se calhar bar livre, num terraço com vista para a Praça de São Pedro, durante a canonização de João Paulo II (ainda não consigo dizer "São João Paulo II" até porque penso logo no São João Paulo I) e de João XXIII...



...muito menos que um dos padres com responsabilidades num organismo vaticano servisse a Comunhão num recipiente da empresa de catering (não, não se vê o logo da empresa).


A festa só custou 18 mil euros, paga por patrocinadores privados, mas choca com o estilo que Francisco quer para a Igreja. A notícia, li-a no "Público". As imagens, copiei-as daqui. E há lá mais.

9 comentários:

Anónimo disse...

Imagino os sentimentos daquela gente toda que dormiu a noite ao relento naquele lugar, ao saber agora desta comezaina tão saudavelmente cristã! Nem faltou comunhão e na boca, upa upa! À valentes, nunca se viu tanta piedade junta! Fenomenal a cara piedosa do sacerdote que distribuí a comunhão à la mode… chiquerrissima! Parabéns ao fotografo!

Anónimo disse...

Estes apreciadores de bolotas são os outros “Baltazares Palitos” do Vaticano! Mas estes fiam mais fino, dificilmente são apanhados a comprar pão ao padeiro pelas madrugadas pias das suas matines predilectas, que é como quem diz, a saborear a lagosta! O pior, é quando um mais arrependido dá em bufar, soltando aquele odor a champanhe avinagrado! Quem poderá depois negar que deram a volta a toda a guarda suíça à la mode “Palito”! E anda o nosso povo tão católico a perder tempo com novelas, quando estas valem ouro! Só os adereços e aqueles sofás então, até provocam inveja aos inquilinos dos nossos palacetes paroquiais!

Anónimo disse...

Tenho sinceramente pena dos dois comentaristas q me antecederam e acho esta história e o tempo q se perde com ela uma saco cheio de fumo
Jacome

Anónimo disse...

Jacome, vá lá dizer àquelas gentes que dormiram ao relento, ou àqueles(as) que privando-se do pouco que ainda tem, ajudam a Igreja, que aquilo é tudo “um saco cheio de fumo”! Pois, fumaças, o que importa é passar uma névoa de fumo sobre o tema de forma a esconder tal “história” que infelizmente é bem real! “Pena” é daqueles que perante o óbvio, enterram a cabeça na areia à boa maneira dos habitantes desses “Valongo’s dos Azeites” paroquiais em tamanho XXL, (infelizmente as “avestruzes” com a mania de trajarem asas de anjo abundam por esses lugarejos!), e que não tem problema nenhum em bater palmas e entoar loas aos prevaricadores! Shame!

Anónimo disse...

Mais chique do que isto só mesmo as jantaradas em casa do padreco-pileca-gay da Lixa. E nem precisam de ser em dia de canonizações: basta ele querer.

Anónimo disse...

6:11 da tarde, nota-se-lhe a familiaridade com que domina tais informações! Pelos vistos, o caro deve ser um desses bon vivant mais chegados desses círculos dos que frequentam as “jantaradas” do salão “chique” da Lixa!

Anónimo disse...

Lá está. Confirma-se: o tal da Lixa deve ser uma bisca... Para falar como fala só podia.

Anónimo disse...

O Papa vai ter muito com que se indignar.
Podia começar pelo "Museu do Ouro de Fátima". Ou pelo novo cálice de ouro da Misericórdia do Porto. Como é possível ter o mínimo de respeito e levar a sério tanta homilia a defender a humildade, os pobres e depois pavonearem-se em ouro?
Confundem misericórdia com pena e caridade com justiça. Que o diabo os leve a todos para pertinho do fogo onde poderão derreter bem o ourinho que tanto santo ignorante continua a amealhar para o clero esbanjar em ouro, BPN, BPP e afins. Eu, já há muito não dou um tostão para a Igreja. Ela tem muito mais que eu. Ajudo, mas quero ver, só eu, a cara de quem ajudo.

Anónimo disse...

E o repasto "santo" foi no terraço de algum português emérito residente no Vaticano, num pobre apartamento de celibatário, com uma área de 500 metros quadrados?
Só para ficarmos mais esclarecidos... ;)

Semana dos Seminários

Parece que se dizem agnósticos (ou o mais conhecido deles). Mas a simbologia católica (sim, mais católica do que simplesmente protestante ou...