quinta-feira, 4 de abril de 2013

Papa em estado de graça


O Papa Francisco está em estado de graça nos meios de comunicação social em geral. Ou em lua de mel, como alguns dizem.  Até Mário Soares a ele se rendeu. Só os tradicionalistas estão descontentes. E também vão dizendo o que pensam (voltarei a este assunto).

O recorte seguinte é do “Jornal de Negócios de segunda-feira”. Há dias, a diretora do “Público”, Bárbara Reis, escreveu que “já todos percebemos — religiosos e ateus — que vamos ouvir este Papa”. Assim seja.


12 comentários:

Anónimo disse...

Olhe que não Jorge; olhe que não. Dê uma olhadela para o lado oposto do leque.

Anónimo disse...

Vou ouvir e obedecer. E rezar.

Anónimo disse...

Infelizmente sabemos bem como costumam acabar estas boas graças. Quando se cansarem, quando se sentirem ofendidos, mudam o discurso.Ou então manterão uma postura acrítica, atentos aos gestos, aos pormenores, à "cor" de diversos sapatos... e o aquilo que o Papa pregar não terá impacto nenhum.

Das duas uma: Ou a Sr.ª Bárbara Reis é ingénua ou foi convertida pelo Santo Padre.
Quem dera, Meu Deus, que pelo menos os católicos ouvissem o Papa!
Eu tentarei ir acompanhando, sempre na fonte, porque dos media já não costumo esperar muito.

Maria João Brás

Anónimo disse...

muita gente liga demasiado à cor dos sapatos, se põe o manto, se dorme aqui se vai de taxi .......no fundo os extremos tocam-se, o tradicionalismo tem afinal muitas semelhanças com o progressismo: ligam demasiado aos aspectos simbólicos e porventura menos à essência e àquilo que é verdadeiramente importante. O Papa Francisco, tal como os antecessores não deve perder um segundo da sua vida a olhar para o roupeiro a escolher a roupinha que vai pôr no dia seguinte. Se fossem essas as suas preocupações de facto muito mal estaria a Igreja.
Saudações
Jacome

Anónimo disse...

Em terrenos onde se valorizam ainda muito as exterioridades é natural que as atenções se focalizem nos sinais exteriores… basta estar atento à “gritaria” de ambos “lados” destes últimos tempos desde que o Irmão Francisco foi eleito! Por outro lado, também é verdade, ainda que o neguemos, que os sinais exteriores falam muito dos interiores! E depois, quem se expõe na praça pública, ainda mais com a força da mensagem que carrega, não escapa ao olhar daqueles(as) que neles depositaram as suas vidas e por isso esperam sinais e direcções que indiquem caminhos! Não me estranha nada pois que se “avalise” dos gestos, das palavras e de outros indicadores para perceber bem que terreno se está a pisar nesse caminho apontado mesmo que seja feito de uma forma indirecta! Não vejo porque temer “posturas acríticas”… não procuremos “sombras” e “fantasmas” onde eles não existem… não é o Irmão Francisco um ser humano!
Pedro também foi escolhido para liderar a Igreja e nem vale a pena falar das suas quedas e misérias humanas... e nem por isso deixou de ser amado e perdoado como um de nós...

Peter

Anónimo disse...

Eis as pressões que já estão a fazer, do lado progressista, sobre Francisco:

«OS 30 PEDIDOS QUE SÃO FRANCISCO FAZ AO NOVO PAPA FRANCISCO» [procurar na NET]

Anónimo disse...

Mais pressões dos progressistas:

«On the other side of the spectrum, however, some left-wing Catholics are leery of Francis or openly criticize him for what they see as his antagonism to gay rights» [buscar na NET]

Anónimo disse...

Peter, você rematou muito bem....no fim do jogo (das nossas vidas) é isso e só isso que vale, tudo o resto era ruido...façamos sempre um esforço de recentração...
saudações
Jacome

Anónimo disse...

Caro Jacome, grato… sim, fixemos o olhar naquilo que conta verdadeiramente! Sabe, no nosso barro todos carregamos esse conflito bem ao jeito das “agressividades” de um Paulo e Pedro e tantos outros discípulos quando se “enfrentavam”por causa das suas posições muito pessoais em relação às coisas da Fé… mas no fundo de nós, apenas reside uma humanidade ainda muito fragilizada que busca aperfeiçoar o passo para chegar mais perto de Deus! Por outro lado, também todos carregamos muito esse “sindroma de Nicodemos”… percebemos que precisamos vitalmente de mudar, decidir, mas adiamos constantemente nos temores do “preço a pagar” que a Conversão nos trará e que nos tolhem a liberdade do ser! Mas confiemos, ainda assim Ele jamais nos abandonará, o importante é dar o primeiro passo e o desejo de o fazer já significa isso mesmo! Peço-lhe perdão pela minha intervenção no outro dia em relação ao convidá-lo a “libertar-se”.. não tinha entendido bem as suas intervenções… desculpe…!
Saudações fraternas…

Peter

Anónimo disse...

Olha o Peter a ter, mais uma vez, que admitir que é uma besta nos seus comentários. Que estranho que isso venha de um paladino do que é ser cristão.

Priscilla disse...

Os comentários atingem por vezes tanta violência que parece que neste blog de cristãos é a raiva e o ressentimento que prevalecem.

"E quando vos puserdes de pé para orar, perdoai, se tiverdes algum ressentimento contra alguém, para que também vosso Pai, que está nos céus, vos perdoe os vossos pecados. " (Mc 11,25)

Peter disse...

Não se perturbe Priscilla, não vale a pena… a mim também já nada me espanta nem perturba vindo de onde vêm… o que importa é manter o olhar no rumo que conta… e ele é Jesus que não pára de nos repetir ao coração: “e a ti que te importa…”.. “…deixa os mortos enterrar os seus mortos…tu, vem e segue-me…”… É esse o meu alvo… o resto, a não tolher o passo e a não perder tempo com aqueles que a única coragem que carregam na vida é feita à medida das polegadas do monitor do computador onde debitam toda a sua pobreza humana! Hoje o Evangelho recordava a Paz ofertada àqueles que no medo se escondiam…que Ele também ajude a encontrar a paz a essas vidas que passam nos nossos caminhos e que vivem tão atormentadas e por isso a única linguagem que sabem falar tem o sabor do fel! São essas almas que são realmente as “tristes e ressabiadas”!

Semana dos Seminários

Parece que se dizem agnósticos (ou o mais conhecido deles). Mas a simbologia católica (sim, mais católica do que simplesmente protestante ou...