quinta-feira, 6 de setembro de 2012

Jesus e o burro

Escreveram em hebraico, nas paredes do Mosteiro de Latrún, em Jerusalém, "Jesus é um burro" (li aqui).




Nada de novo, afinal, já que a primeira representação da crucifixão de Jesus, do início do séc. III, crucifica, precisamente, um destes animais.


Grafito de Alexamenos, em Roma

A inscrição hebraica não estaria errada se em vez de "é um", tivesse "vai de". Jesus vai de burro. Os evangelhos confirmam.

Sem comentários:

Os legionários, os arautos, os sodalícios, os malteses, os imaculados... todos diferentes, todos muito iguais nos lados obscuros, nas trapal...