terça-feira, 10 de abril de 2012

TV espanhola pondera protesto contra bispo antigay

Um bispo espanhol disse na Sexta-feira Santa que "os homossexuais que se corrompem encontram o inferno". Li aqui. Se dissesse igualmente "os heterossexuais que se corrompem encontram o inferno", a coisa passava. O ser humano não é feito para a corrupção, qualquer que seja a sua condição sexual. Mas o que ele disse mesmo foi:
"Quisiera decir una palabra a aquellas personas llevados por tantas ideologías que acaban por no orientar bien lo que es la sexualidad humana. Piensan ya desde niños que tienen atracción hacia las personas de su mismo sexo y, a veces, para comprobarlo se corrompen y se prostituyen o van a clubs de hombres nocturnos. Os aseguro que encuentran el infierno".
Afirmações a todo o título repudiáveis. Muitos já de manifestaram contra, incluindo bispos, e ainda bem. Não se entende é o protesto da RTVE, ou a sua possibilidade, junto da Conferência Episcopal. Sempre que alguma afirmação chocar os espetadores ou os princípios, a TV pública espanhola toma posição e protesta? Deixa de ser canal para julgar os emissores? Não terá mãos a medir. A notícia veio no "i" de hoje.

3 comentários:

HD disse...

O que é preocupante é a Igreja Espanhola não ter um cuidado especial , na escolha das transmissões TV de Eucaristias. Será um sinal de desorganização estrutural interna?
A RTVE faz ressonância dos lobbies anti clero, que em Espanha florescem ,enquanto a Igreja faz a travessia do deserto…e alguns teimam em agir como se desconhecessem o Evangelho.
HDias

João "o discípulo amado" Silveira disse...

O senhor bispo não poderá estar a dizer que encontram o inferno na prostituição e nesses clubes, e não propriamente que vão para o inferno?

Anónimo disse...

Nem sei que diga...

O senhor bispo, o senhor bispo...

Olhe, HD...

Olhe, Joâo "o discípulo amado" Silveira...

Olhe, Jorge...

Nem sei que diga.

Deixo-vos uma palavra :

CANSAÇO.

De tanta cegueira,
de tanto preconceito,
de tanta hipocrisia...

Talvez...

Daqui a muitos séculos...

Num outro mundo...

Numa outra vida...

Talvez...

Compreenderão.

Os dois maiores erros da história de Portugal

António Rendas, reitor da Universidade Nova (de partida) e durante dez anos reitor dos reitores portugueses, diz que "expulsar os judeu...