quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

Descer o nível

No JN de hoje. Sobre a sucessão do cardeal o que há? Nada de novo. Só o diz que diz que diz. Quanto às eleições da CNIS, a história é outra. Mas confundir o Manuel Germano com o género humano, como dizia  Mário de Carvalho, não é lá grande jornalismo.



4 comentários:

Anónimo disse...

Desde 2006 que a Casa do Gaiato de Lisboa está na tutela do Patriarcado de Lisboa, sob a responsabilidade do P. Arsenio...
e o trabalho deficiente está á vista.Visitem a Casa e tirem conclusões.
Na diocese o Clero sabe que ele é um protegido do Cardeal....
Enfim é mais um padre "BENETON" das "conections"...
E é esta a melhor alternativa?
Porque será que o Pres da Caritas está com o P. Lino ????
Por último a carta que o P. Arsénio disseminou na diocese,foi muitissimo mal vista pela maioria dos colegas...
E não há partidos na Igreja, olhem se houvesse....

Jorge Pires Ferreira disse...

Na realidade, os padres da Casa do Gaiato dizem que não têm nada a ver com essa casa. Acham mesmo que é um abuso usar o nome.

Anónimo disse...

O mandatário do P. Arsénio, é um referencial de peso e que se coaduna perfeitamente com a Ética Cristã ! Não podia ter escolhido melhor tiro no pé….

Luis Nobre Guedes – ex ministro do Ambiente - caso Portucale- Trafico de Influencias ….Julgamento a decorrer…
Para quem como o P. Arsénio está esquecido…
(Caso Portucale- Acusação - Ano de 2005, a escassos dias das eleições legislativas um despacho assinado pelos ex-ministros do PSD Costa Neves (Agricultura) e do CDS/PP Nobre Guedes (Ambiente) e Telmo Correia (Turismo) declarava como sendo de utilidade pública um projecto do Grupo Espirito Santo para um empreendimento turístico, autorizando o abate de mais de 2.500 sobreiros, espécie protegida ,a troco de umas largas compensações financeiras para alguns ,que não se sabe ainda quem…)

Anónimo disse...

Quanto a cardeal, não tenham dúvidas meus caros. O próximo: D. Manuel Clemente.

Lucas 15, a esquerda e a direita

Tem piada o artigo de Inês Teotónio Pereira, "A esquerda que queremos ser", no DN de ontem. "Somos [os da direita] aquele i...