quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

Para onde quer que ela nos leve

Como filósofo profissional mudei mais do que uma vez de ideias sobre temas polémicos. Isto não deve constituir surpresa, dado que acredito na possibilidade do progresso em filosofia e no princípio de seguir a razão para onde quer que ela nos leve.


Antony Flew, Deus (não) existe, Aletheia, p.59

2 comentários:

Anónimo disse...

Caro Jorge,

Para novas ideias a nível teológico-bíblico (diferente do filosófico como expõe neste post) experimente ler o novo livro sobre os primeiros capítulos do Génesis do professor de Bíblia da Universidade Católica de Lisboa, o Padre Armindo Vaz - «Em vez de "História de Adão e Eva": O sentido último da vida».
Verá ideias interessantes e matérias novas para reflectirmos.

Cumprimentos,
Paulo Campos

Jorge Pires Ferreira disse...

Paulo, obrigado pela sugestão. Conheço vários artigos do P.e Armindo Vaz e um livro (sobre a lectio divina), mas ainda não tive oportunidade de ler ou ver sequer o livro que refere, embora tenho posto aqui uma entrevista a propósito de tal obra

http://tribodejacob.blogspot.com/2011/06/historia-de-adao-e-eva-nao-se-aguente.html

cps,
jpf

Para quando a primeira cardeal?

É inovação do Papa a nomeação de cardeal de um bispo auxiliar? O Papa Francisco disse no domingo que vai fazer cinco novos cardeais. Um de...