quarta-feira, 3 de setembro de 2014

Chavez nosso que estás no céu

Os chavistas rezam a Hugo Chávez. Não podiam tornar mais evidente aquilo que há muito é dito, que certas versões do comunismo tendem para a religião.

Chávez nosso que estás no céu
na terra, no mar, em nós e nos delegados,
santificado seja o teu nome,
venha a nós o teu legado, para levá-lo ao povos daqui e de lá.
Dai-nos hoje a tua luz
para que nos guie todos os dias.
E não nos deixes cair na tentação do capitalismo,
mas livra-nos da maldade, da oligarquia
como do delito do contrabando
porque de nós é a pátria, a paz e a vida
pelos séculos dos séculos amém. Viva Chávez.

6 comentários:

Anónimo disse...

..Tendem para uma religiâo em q o homem substitui Deus - precisamente o pecado original. Engraçado (ou talvez triste) verificar como as substituicoes de Deus feitas pelo homem degeneram sempre em catastrofes. E ha outras formas e outros deuses como o deus de dinheiro, do sexo ou do poder. A historia aí esta para o demontrar, pena q o homem tenha a memoria tao curta e yma tendencia para cair nos mesmos erros
jaco

Anónimo disse...

Jacome

Anónimo disse...

Cada um é livre de rezar ao deus que fabricou na sua mente! A moeda de troca é a mesma, o rosto impresso nas faces desta é que vai mudando conforme os interesses!

Anónimo disse...

Quem reza esta oração, só me vem à cabeça uma expressão: Oh que infelizes...

Anónimo disse...

Somos extremamente rápidos a rotular os outros de infelizes, convencidos que somos os únicos que estamos certos, enquanto ignoramos uma verdade simples e inegável: quem reza, seja qual for a sombra que cultua, baixou os braços para enfrentar a luta da vida, entregando-se a mitos, como meninos nunca tornados adultos, responsáveis pela construção do seu próprio destino! Ora pronobis

Anónimo disse...

Todas as religiões são criações da mente humana, portanto deixem rezar cada um ao deus que criou!

Os dois maiores erros da história de Portugal

António Rendas, reitor da Universidade Nova (de partida) e durante dez anos reitor dos reitores portugueses, diz que "expulsar os judeu...