terça-feira, 30 de julho de 2013

Casamentos de uma vida inteira. Ou mais.


Há dias, um jornal dizia que tinha surgido em Portugal um sítio eletrónico para os casados cometerem infidelidades. E já levava não sei quantas mil inscrições. Julgo que trinta mil. Na "2", do "Público" de domingo, surgiu entretanto uma das mais belas capas dos últimos tempos.

6 comentários:

Anónimo disse...

No PÚBLICO, esse pasqim que não foi capaz de fazer uma alusão às JMJ de milhões sem noticiar, com quase igual destaque, toda e qualquer manifestação pindérica de meia-dúzia de pessoas? Estou parvo...

Anónimo disse...

Com o devido respeito, mas a Igreja Católica tem agora o líder mais poderoso à face da terra (aquele que serve). Muitos pediam um Obama na Igreja. Coitado do Obama comparado com Francisco. Parabéns. 3 milhões juntos não é para qualquer um.

Peter disse...

Acabamos de viver a 14ª JMJ...as sementes mais uma vez voltaram a ser lançadas... na esperança, aguardaremos pelos frutos destes 3 milhões ali presentes!

”A minha graça te basta, porque o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza.” 2 Cor 12,9

Anónimo disse...

Caro anonimo, os que pediam um Obama na Igreja das duas uma ou lhe desejavam muito mal ou sao muito ingénuos. Obama esse produto do marketing e do politicamente correcto ao lado de alguem genuinamente puro???!!! Infelizmente as pessoas tb gostam que lhes toquem violino mesmo sabendo da sabujisse que pode estar por trás...em todo o caso no limite preferem um'produto' puro - viu-se agora no Rio de Janeiro

Anónimo disse...

3.000.000... e dito pela polícia (não pela Igreja!)... onde estão os palhaços que antes vaticinaram um total fracasso?

Anónimo disse...

Uma imagem que vi: dezenas de pessoas a chorar ao ver, das janelas de um templo da IURD, Francisco...

Os legionários, os arautos, os sodalícios, os malteses, os imaculados... todos diferentes, todos muito iguais nos lados obscuros, nas trapal...