terça-feira, 30 de julho de 2013

Casamentos de uma vida inteira. Ou mais.


Há dias, um jornal dizia que tinha surgido em Portugal um sítio eletrónico para os casados cometerem infidelidades. E já levava não sei quantas mil inscrições. Julgo que trinta mil. Na "2", do "Público" de domingo, surgiu entretanto uma das mais belas capas dos últimos tempos.

6 comentários:

Anónimo disse...

No PÚBLICO, esse pasqim que não foi capaz de fazer uma alusão às JMJ de milhões sem noticiar, com quase igual destaque, toda e qualquer manifestação pindérica de meia-dúzia de pessoas? Estou parvo...

Anónimo disse...

Com o devido respeito, mas a Igreja Católica tem agora o líder mais poderoso à face da terra (aquele que serve). Muitos pediam um Obama na Igreja. Coitado do Obama comparado com Francisco. Parabéns. 3 milhões juntos não é para qualquer um.

Peter disse...

Acabamos de viver a 14ª JMJ...as sementes mais uma vez voltaram a ser lançadas... na esperança, aguardaremos pelos frutos destes 3 milhões ali presentes!

”A minha graça te basta, porque o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza.” 2 Cor 12,9

Anónimo disse...

Caro anonimo, os que pediam um Obama na Igreja das duas uma ou lhe desejavam muito mal ou sao muito ingénuos. Obama esse produto do marketing e do politicamente correcto ao lado de alguem genuinamente puro???!!! Infelizmente as pessoas tb gostam que lhes toquem violino mesmo sabendo da sabujisse que pode estar por trás...em todo o caso no limite preferem um'produto' puro - viu-se agora no Rio de Janeiro

Anónimo disse...

3.000.000... e dito pela polícia (não pela Igreja!)... onde estão os palhaços que antes vaticinaram um total fracasso?

Anónimo disse...

Uma imagem que vi: dezenas de pessoas a chorar ao ver, das janelas de um templo da IURD, Francisco...

Lucas 15, a esquerda e a direita

Tem piada o artigo de Inês Teotónio Pereira, "A esquerda que queremos ser", no DN de ontem. "Somos [os da direita] aquele i...