quarta-feira, 31 de julho de 2013

Baptista-Bastos é capaz de ir à missa de Francisco

Mais um franciscólogo instantâneo, Baptista Bastos, no DN de hoje.

Comecei a contar as asneiras - factuais, teológicas, de interpretação, ideológicas - e desisti na dezena. É ler para ver. E rir. Lá para o fim há coisas mais acertadas.

Ele até regressou ao "Por que não sou cristão", de Bertrand Russell, um livro (sim, li-o em adolescente e foi das primeiras obras que me fez tomar consciência de que para ser ateu culto é preciso estar informado sobre religião) que tem argumentos contra o cristianismo deste calibre: O cristianismo não pode ser divino porque Jesus disse aos discípulos que voltaria antes de eles chegarem aos confins de Israel. Ora, eles demorariam quando muito um mês a cumprir tal tarefa e Jesus ainda não voltou.

Estou a citar de cor, mas não estou a inventar. O argumento vem lá, em Russell, matemático de grande nível, sem dúvida, e insólito Nobel da Literatura. Mas o melhor é ler o senhor do laço.


12 comentários:

Anónimo disse...


É muita asneira junta, muita desinformação, muitas meias verdade combinadas com meias mentiras... o pior é que é uma opinião tida por boa por muitos.

Manuel Álvaro Martins

Anónimo disse...

Este e outros tipos escrevem ao caractere (à medida dos rectângulos que ocupam) e sobre a espuma dos dias. Que mais se poderia esperar? Falta-lhes sobretudo carácter. E, na maioria da vezes, inteligência.

Amândio Sequeira

Anónimo disse...

o homem que se celebrizou com a frase onde é que tu estavas ...mantém um estatuto por ser um 'intelectual de Abril ' esse estatuto dá-lhe algum palco para dizer asneiras e isso é-me indiferente, já não me é indiferente o facto de habitar uma casa isenta de renda paga por todos nós, até porque o $ está-me a custar muito ganhar.

Anónimo disse...

Todo o palhaço acha-se capaz de palrar sobre a religião... basta ver um certo anónimo que por cá passa e assina com um falso nome começado por P...

Anónimo disse...


Penso que Bertrand Russell tem argumentos mais interessantes do que aquele que o Jorge lembrou. A maneira como ele desmontou o argumento da Causa Primeira é genial. Porque há-de ser Deus a causa primeira de todas as causas? A Causa Primeira afirma Deus é a Causa Primordial, sendo, portanto, Deus a causa incriada. Este argumento é falacioso, (tal como o afirma, e bem, Russell). Porque é que a Causa Primeira não pode ser o próprio mundo? Tanto é válido afirmar que Deus É a Causa Primeira como afirmar que o Cosmos é a Causa primeira. Qual a necessidade de uma criação que remeta para um ser Omnipotente? Qual o problema da existência do Cosmos como a causa primordial? Qual o problema de aceitar uma Singularidade, uma explosão inicial, um Big Bang como o "Deus" que está na origem de tudo? Porque atribuir-lhe características antropomórficas,ontológicas à nossa imagem e semelhança?

O anterior remete também para algo que penso que terá sido escrito por Russell: a existência do mal. Há mais mal do que bem no mundo. Assim, o "estado moral normal" no mundo seria o mal, sendo o bem apenas uma "perturbação" anormal nesse mesmo estado de "mal". Como o mal não pode ser atribuível a Deus, (a não ser que concordemos que o mal já existia em potência em Deus antes de se manifestar no mundo), teremos que chegar à conclusão de que: o mal já existia antes de Deus, ou então que Deus criou indiferentemente o bem e o mal.

Enfim, reflexões...

Anónimo disse...

A propósito de franciscólogos... O bispo que há poucos meses espatifou um Passat CC no dia em que o estreou, já tem "utilitário" novo, igual ao primeiro.
Franciscólogo, mas não no carro!

Peter disse...

”Eu, porém, vos digo que qualquer que, sem motivo, se encolerizar contra seu irmão, será réu de juízo; e qualquer que disser a seu irmão: raca, será réu do sinédrio; e qualquer que lhe disser: louco, será réu do fogo do inferno.”(Mt 5,22)

Anónimo disse...

«Também da soberba guarda o teu servo, para que se não assenhoreie de mim. Então serei sincero, e ficarei limpo de grande transgressão» (Sal 19,13)

«E punirei o mundo a sua presunção, e sobre os ímpios a sua iniquidade; e farei cessar a arrogância dos atrevidos, e abaterei a soberba dos tiranos» (Is. 13,11)

Peter disse...

" .. e abaterei a soberba dos tiranos..."

Vem Senhor, não tardes... a livrar-nos das piores de todas as tiranias.. a falta de Amor...

Anónimo disse...

Os franciscólogos ameaçam-se biblicamente.

Peter disse...

... parece que os ventos que sopram com odores ao Evangelho tão querido e abraçado na totalidade por Francisco de Assis, e que agora entram novamente pelas janelas da humanidade abertas de par em par pela mão de outro Francisco Irmão, andam a provocar inquietações alguns corações mais entorpecidos pelos acomodares da alma entorpecida por esses montes e vales das searas do Pai...

... tempos de conversão... Aleluia... Louvado seja o meu Senhor...

Anónimo disse...

Amen, Peter.

E que os senhores dos tempos e dos templos passem a dar o exemplo. Que se deixem de vaidades e de sinais extriores contrários ao que pregam.

Semana dos Seminários

Parece que se dizem agnósticos (ou o mais conhecido deles). Mas a simbologia católica (sim, mais católica do que simplesmente protestante ou...