domingo, 16 de junho de 2013

Bento Domingues: "Um Deus irremediavelmente masculino?"

Consta que, nas “redes sociais”, circulam campanhas para correr com o Papa Francisco. Como João Paulo I não se soube defender das consequências de ter ressuscitado o estilo das atitudes, palavras e gestos de João XXIII, diz-se que o papa Francisco pode sair-se mal com o seu “populismo”, diversamente interpretado.


Início do texto de Bento Domingues no “Público” de hoje.

9 comentários:

Anónimo disse...

Não li o texto deste padre dominicano que um dia me chamou "estúpido" quando lhe perguntei se se podia ser Cristão sem acreditar que Jesus é Deus. Mas a citação apresentada surgere-me algo que gostaria de referir:

«Consta que, nas “redes sociais”, circulam campanhas para correr com o Papa Francisco».

1) parecem boatos sobre boatos: "consta" é o quê? Ou há, ou não há. Se há, diga-se; se não há, passou a haver. Pergunto-me se essa é a vontade deste padre.

2) havendo tais boatos, não seria de dizer quem os está a veicular? qual o motivo de não se dizer isso?

Talvez o resto do texto esclareça estas questões.

Peter disse...

Deve ser o outro loby (safa, até rima com lobos) que anda por aí a rondar o rebanho que se atreveu finalmente a saltar a cerca de uma vez por todas! Sim, chamam-lhe o “loby dos pica-piedra” que ainda vive na idade espiritual das cavernas! Força mano Francisco, a casa precisa de ser bem varrida porque agora não são só 7, aquilo é uma multidão sem conta enfurecida a vaguear pelas savanas das redes sociais e não só! Nas ruas da minha cidade havia um pobre de espírito que andava sempre a repetir: “cuidado… eles andam aí”…! Ó se andam meu querido Irmão que já foste abraçado pelo Pai, nem imaginas, são como aqueles bancos que devoram as casas e as vidas de quem nelas habitou e ficou na indigência! Não vivem nelas nem deixam viver, são os devoradores ou melhor, são os modernos “ocupas” de almas como aqueles 7 sandálias enfurecidos!

Anónimo disse...

Caro anónimo 10:31 AM de facto a pergunta que colocou a Bento domingues ou era rectorica ou então uma brincadeira, para não usar o mesmo adjectivo que ele usou...

P.P

Anónimo disse...

P.P.,

sabe, sem dúvida alguma, que há muitos cristãos que negam a divindade de Jesus. E nesse dia em que abordei Bento Domingues, ele acabara de dizer que para ele a divindade de Jesus não era relevante para ser cristão.

Anónimo disse...


Pessoalmente não nego a divindade de Jesus. Nego é que Jesus seja Deus, o que é diferente. Ou se adora a Deus ou se adora Jesus. Não dá para adorar os dois ao mesmo tempo como se fossem um. Penso que o Arianismo (de Arius),ainda tem uma palavra a dizer nos dias de hoje. Há que revisitar este conceito.

A doutrina da Trindade é relativamente tardia, e não há nada nos Evangelhos que afirme inequivocamente que Jesus seja Deus. Há passagens que parecem afirmar isso, mas também há as que afirmam o contrário.

Aliás, penso que a doutrina da Trindade não é fundamental para se ser cristão.

M.

Anónimo disse...

Caro M.,

estamos conversados. O senhor pensa exactamente como frei Bento Domingues. Fantástico! Espetáculo! É bom ver que as Testemunhas de Jeová ou partidárias das suas crenças andam por este blog. Sois pessoas enganadas por outras pessoas enganadas. Vá à Bíblia procurar a doutrina do "rapto" e do "milénio" e da "teocracia" e de "seguimento da Watchtower". Acerca da Trindade: sabe perfeitamente que a Watchtower diz explicitamente que quem lê a Bíblia sem o auxílio dos ensinamentos da Watchtower se faz trinitário, não sabe? Se nãos abe, leia a revista "Atalaia" de 15 de Agosto de 1981.

Beijos.

Anónimo disse...


Admiro as Testemunhas de Jeová, sobretudo na evangelização que fazem porta a porta e na convicção com que o fazem. Mas não concordo com eles em quase nada, começando pelas adulterações e interpolações a que sujeitaram a Sagrada Escritura. Na minha opinião são uma seita perigosa que sub-repticiamente vão efectuando uma lavagem cerebral aos neófitos.

Agora, caro anónimo das 4:28PM, não generalize. Lá por eu considerar que o não ser trinitarista não configura forçosamente uma heresia, não se deixando por isso de ser cristão, não quer dizer que aceite as demais doutrinas dessa seita, que, conheço muitíssimo bem.

Ainda quanto à doutrina da Trindade, já li alguns artigos, mas até agora nenhum me convenceu a 100% de que Jesus é de facto Deus. É tema sobre o qual tenho de reflectir e ler mais.

Quanto à revista Atalaia que refere, vou procura-la aqui pela net. Obrigado.

M.



Anónimo disse...

Meus caros, confesso que esperava ver por aqui muita coisa, mas não Heresia pura! Negar que Jesus é Deus, negar a Trindade é incompatível com o ser Cristão. Para ser cristão não basta afirmar que se é e negar em seguida os princípios fundamentais. Aconselho a leitura de Iryneu de Leão (stº) entre outras. As testemunhas de Jeová não são cristãs, seguem a heresia de Ario e fazem aquilo que Jesus nunca fez (também os cristãos não fizeram) pregar de forma individual. Cristo pregou para as multidões, os cristãos também, qualquer um pode entrar numa igreja e, toda a gente sabe o que se lá passa nada é secreto. Agora digam há a mesmas liberdade e facilidade de acesso aos locais de culto dessas seitas?
Jesus afirma claramente e várias vezes a existência da Trindade, deixo aqui um exemplo “ ide e baptizai em Nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo…”, afirma também a sua divindade “eu e o pai somos um só, eu estou no pai e o pai está em mim…” , “quem me conhece, conhece o pai…” . Ser cristão é entre outras coisas creditar nisto! O símbolo dos apóstolos, o credo Niceno- Constantinopla também disso dão testemunho!

José Pinto

Anónimo disse...

Pois é: os amigos de frei Bento acreditam todos no mesmo.

Semana dos Seminários

Parece que se dizem agnósticos (ou o mais conhecido deles). Mas a simbologia católica (sim, mais católica do que simplesmente protestante ou...