segunda-feira, 27 de maio de 2013

História sem história

Que desolada, que vazia e que morta parece a história, privada de conteúdo divino, a partir do momento em que se abandona a sua relação com a história interior, divina, transcendente, quer dizer, com a verdadeira história, a história por excelência.

Schelling

Sem comentários:

Os dois maiores erros da história de Portugal

António Rendas, reitor da Universidade Nova (de partida) e durante dez anos reitor dos reitores portugueses, diz que "expulsar os judeu...