segunda-feira, 27 de maio de 2013

Bento Domingues: "O segredo da alegria de João XXIII (1)"


Texto de Bento Domingues no "Público" de ontem.

6 comentários:

Anónimo disse...

Dos poucos textos de jeito que tenho lido deste padre. Muito bom este.

Anónimo disse...


Porque é que os nossos padres progressistas trocam todos os s's pelos x's?

Anónimo disse...

Joao XXIII único Papa apreciado pela Igreja progressista. Será porque, algo abusivamente (para joao X XIII), o perfume da mudança e das rupturas só por si vale mais que tudo ? De tal modo por ex que até as causas fracturantes verdadeiramente absurdas e anti cristãs que têm vindo a marcar a agenda política e social são toleradas e mesmo muitas vezes apoiadas sem qq noção e entendimento do verdadeiro impacto que elas causam na sociedade? Joao XXIII daria de certo várias voltas no túmulo ...ou por outra, provavelmente dada a sua bonomia e paciência rir-se-ia, e entrister-se-ia e de certo nao entenderia a lógica . Aproveito para dizer que gostei do texto, pois a cassete de BD desta vez ficou na gaveta.
jacome

Anónimo disse...

B.D. aguenta-te que com o tempo a malta que salivava quando ouvia o teu nome se está a preparar para acender uma vela em tua honra e aí sim a "porca torce o rabo".

Anónimo disse...

No mesmo número do PÚBLICO onde saiu este texto, li um interessante artigo sobre D. Mamuel Clemente. Não compreendo por que razão o Jorge não destacou tal peça. Só para abrir o apetite, as apreciações de D. Januário sobre D. Manuel Clemente-ainda-não-Patriarca-mas-já-alvo-de... classifiquem os leitores, pois diz D. Januário : "Há quem lhe aponte algumas dificuldades em tomar decisões, assim como se fosse uma espécie de António Guterres da Igreja" (sic). Com palavras assim, género "fogo amigo", a Igreja não precisa de inimigos porque tem muitos no seu próprio seio. É um pouco excessivo da parte de um pobre leigo gastar tempo a escrever isto, mas com bispos assim
onde pode abrigar-se um fraco humano, como dizia Camões. que não se arme e indigne o céu sereno contra um bicho da terra tão pequeno ?

Jorge Pires Ferreira disse...

Caro anónimo das 8:26.

Não tinha posto no blogue porque ainda não a tinha lido. Acabei de a pôr mas, afinal, ainda não a li.

Obrigado pela sugestão.

Os dois maiores erros da história de Portugal

António Rendas, reitor da Universidade Nova (de partida) e durante dez anos reitor dos reitores portugueses, diz que "expulsar os judeu...