quarta-feira, 15 de maio de 2013

Banco do Vaticano vai publicar contas e balanços


Sede do IOR

O IOR (Instituto para as Obras de Religião, que toda a gente conhece como “Banco do Vaticano”) vai publicar na Internet as suas contas e balanços a partir do final do ano. Li aqui. Obrigado, Bento XVI.

Agora só falta que…
as dioceses,
as paróquias,
as congregações,
os institutos,
os jornais diocesanos e paroquiais,
os centros sociais paroquiais,
as confrarias,
as irmandades,
as fundações

e todas as outras instituições da Igreja católica que vivem, pelo menos em parte, do dinheiro dos fiéis tornem públicas anualmente as suas contas.

Provavelmente, a poucos interessarão. E algumas destas entidades já o fazem. Mas se todas o fizessem, de modo sistemático, aconteceriam duas coisas, pelo menos. A verdade e a transparência passariam a estar mais patentes nas instituições. E o semimito (porque nalguns sítios é mito e noutros realidade) de que a Igreja é rica começava a ruir.

2 comentários:

Anónimo disse...

Assino por baixo
Jacome

Anónimo disse...

Apoiado. Mas que eu saiba as contas já são públicas.

Os dois maiores erros da história de Portugal

António Rendas, reitor da Universidade Nova (de partida) e durante dez anos reitor dos reitores portugueses, diz que "expulsar os judeu...