terça-feira, 26 de março de 2013

Involucionismo

Frase do P.e Mersch que Yves Congar gostava especialmente de citar:

"É por falta de esqueleto que alguns animais têm de se envolver em carapaças".

2 comentários:

Anónimo disse...

Veste a carapuça quem quer mas julgo perceber quem o Jorge quer ‘picar’. A frase pode ser analisada de várias maneiras, uma claramente maldosa se fôr direccionada a todos aqueles que de forma humilde e honesta sem grande preparação teológica se enquadram na Igreja tal como ela nos é apresentada pelo Papa, seguem a liturgia, a catequese e o mais importante de tudo, tentam seguir a pureza da mensagem de Jesus. Mas acho que esta frase é dirigida a outros, eventualmente mais informados e mesmo assim no mesmo caminho e é aqui que a coisa pode revelar, por trás de uma frase interessante, alguma arrogância no sentido em que se pretende associar a humildade da obediência ao magistério da Igreja, à falta de coluna vertebral e por isso a necessidade das pessoas em se posicionarem sob o abrigo de uma qualquer carapaça, neste caso a Igreja ….até poderia ser outra!! …pois aqui o ‘pecado’ original é, desgraçadamente, a falta de coluna vertebral…..e quanto a isso nada a fazer (!!!).

Há um outro modo de encarar esta frase, ser-mos desafiados a sair da nossa própria carapaça fossilizada pelo egocentrismo. Para aí é que gostaria de ver o enfoque do discurso da Igreja progressista pois concentra-se tanto na ‘carapaça’ das questões de forma (… por ironia do destino, aquilo que mais critica no lado oposto) que se esquece do essencial (pelo menos é o que muitas vezes aparenta). O principal problema é que eu acho que a Igreja progressista está muitas vezes demasiado apegada à visão marxista que vê todos os fastasmas nas instituições e nos organismos já instituidos e por isso a conversão não se faz a partir de dentro da individualidade e do coracao de cada um mas sim apartir da alteração radical dos paradigmas do poder, e nessa lógica de pensamento a religião de facto pode ser entendida como o ópio do povo e a mensagem de Jesus mais não é então que o instrumento utilizado para manter as massas obedientes e conformadas de forma a que os poderosos e as hierarquias se eternizem no poder. Pois ….isto é tudo muito bonito e até poderia fazer sentido num paradigma de um mundo sem Deus….
Saudações
Jacome

Anónimo disse...

Excelente! Em cheio naqueles que assinam com falsos nomes-verdadeiros.

Para quando a primeira cardeal?

É inovação do Papa a nomeação de cardeal de um bispo auxiliar? O Papa Francisco disse no domingo que vai fazer cinco novos cardeais. Um de...