sexta-feira, 22 de março de 2013

É no Porto. Terá sabor a despedida?

7 comentários:

Anónimo disse...

Creio que a Diocese do Porto espera muito que não. Houve mais vida com D. Manuel Clemente. Mas, é sabido que Lisboa espera por ele desde o dia em que ele rumou ao Norte. Vamos ver... não creio que essa decisão esteja já tomada.

Anónimo disse...

Vai-te embora ó Clemente! Com amigos como aquele que te vai apresentar o livro, não fazes cá falta!

Diamantino Costa disse...

Acho que ele está a fazer um trabalho excepcional no Porto.
Como seu diocesano, gostaria que ele continuasse por estas bandas. Mas todos sabemos que ele há-de voltar a Lisboa.
De qualquer das formas, a seguir a ele virá outro e fará certamente um bom trabalho.
Uma semana depois de vir um novo bispo, já niguem quer saber do seu antecessor...

Anónimo disse...

Um bom trabalho no Porto? Onde? Só se for no "social". A diocese nunca esteve tão mal como agora: entregue a um vigário-geral que só quer "aparecer" e com uma total ausência de ligação entre o Bispo e os seus presbíteros.

Anónimo disse...

Enfim..."corte" ,"cortesãos" ,intrigas,invejas,raivas,o normal numa corte

Anónimo disse...

O Senhor D. Clemente sempre me pareceu um muito bom professor, sabe o que diz, prepara-se bem, caíu no goto dos media. . . mas quanto a ser pastor. . .assim, no duro, no Porto,acho que nunca gostou, nem muito se empenhou. Conheço o descontentamento de muito clero do Porto e o protagonismo de certas mediocridades alcandoradas por ele e por ele mantidas e protegidas.

Diamantino Costa disse...

Digamos assim:
Conheço o Bispo e conheço o clero do Porto.
Se muito do clero do Porto está descontente com o Bispo (já agora também alguns religiosos), isso só abona em favor do próprio Bispo

Os dois maiores erros da história de Portugal

António Rendas, reitor da Universidade Nova (de partida) e durante dez anos reitor dos reitores portugueses, diz que "expulsar os judeu...