sábado, 19 de janeiro de 2013

Óculos

A leitura que fazemos da vida de Jesus está muito condicionada pela perspetiva da morte e ressurreição e pela interpretação dogmática que se impôs no séc. IV.

Juan Antonio Estrada na pág. 131 de "Quem foi, quem é Jesus Cristo?" (ed. Gradiva)

5 comentários:

Anónimo disse...

Ler esta boutade é recordar as boutades la palissianas de Jon Sobrino.

Jorge Pires Ferreira disse...

...E no entanto continua a predominar na imaginação de muitos crentes que Jesus, sendo Deus, tem superpoderes.

Anónimo disse...

Para isso não é necessário evocar concílios do séc. IV que, apesar de afirmarem a divindade de Jesus na linha do que o Novo Testamento diz de múltiplos modos, não afirmam que Jesus tenha super-poderes.

Priscilla disse...

Quero dizer que o nome do livro,que tenho ao pé de mim, é efectivamente "Quem foi,quem é Jesus Cristo?".

Amigavelmente.

Jorge Pires Ferreira disse...

Tem toda a razão, Priscilla. Também tenho esse livro ao pé de mim. Obrigado! Acabei de emendar.

Os legionários, os arautos, os sodalícios, os malteses, os imaculados... todos diferentes, todos muito iguais nos lados obscuros, nas trapal...