segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

Esteves Cardoso fala do batismo do neto


Miguel Esteves Cardoso no "Público" de ontem. Um condensado de teses religiosas. Como geralmente é a vida.

4 comentários:

Anónimo disse...

"Há muito mais ateus bons do que crentes..."
será mesmo?
ou seria puro estereótipo???

"não acredito que nascemos culpados de um único pecado..."
nenhum cristão deveria acreditar nisso, porque não nascemos culpados....porém nascemos egoístas, orgulhosos, cruéis... sim, crianças também são assim

Jorge Pires Ferreira disse...

Quanto a esta afirmação

"não acredito que nascemos culpados de um único pecado..."

que remete para o chamado pecado original, não percebi, afinal se o leitor concorda ou não.

Note que a doutrina do pecado original, como é em geral entendida, diz mais do que

"nascemos egoístas, orgulhosos, cruéis".

Ser isso tudo já é pecar?

Anónimo disse...

Conheço bem a doutrina do pecado original, Jorge:
"É um pecado que será transmitido por propagação à humanidade inteira, isto é, pela transmissão de uma natureza humana privada da santidade e da justiça originais. E é por isso que o pecado original é denominado "pecado" de maneira analógica: é um pecado "contraído" e não "cometido", um estado e não um ato."

Todavia, o que questiono é esse maneira de se escrever sobre o pecado original sem o mínimo de conhecimento de causa, por que escrever bobagem aqueles que nem se derem tempo de estudar um pouquinho mais... para se escrever, é preciso saber...ou ao menos era, hoje em dia a mídia devora e vomita todo tipo de besteirol, principalmente carregado de preconceitos contra o cristianismo...
dá para se entrever no texto uma superioridade moral sobre os cristãos, como se acreditássemos em crenças arcaicas, estúpidas....

só pra concluir, quem não acredita no pecado original, basta observar a natureza humana, desde cedo corroída pelo pecado.... nem as crianças escapam dessa regra...

Anónimo disse...

e a propósito...
não concordo que seja um condensado de teses religiosas...
parece mais um condensado de teses anti-religiosas...

Os dois maiores erros da história de Portugal

António Rendas, reitor da Universidade Nova (de partida) e durante dez anos reitor dos reitores portugueses, diz que "expulsar os judeu...