quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Ainda as bíblias de Obama


Bíblias de Obama. Juramento de Obama no dia 21 de janeiro. Por cima, a Bíblia de Abraham Lincoln. Por baixo, a de Luther King. O pregador da igualdade deu-lhe mais uso do que o presidente abolicionista.

11 comentários:

Anónimo disse...

De quem é aquela mão roxa? Que coisa...

"Inimigo eclesial", onde estás tu? não apareças! querem-te apanhar!

Anónimo disse...

Inimigo Eclesial aparece. Fazes-nos falta.
Deixa-nos ler os teus textos tão bem humorados. Todos nós sabemos que as tuas notícias são tão falsas que só podem ser falsas. Tu mesmo o admites...

Anónimo disse...

Ahahaha... foge "Inimigo eclesial": não te enganes! Querem-te enganar!

Anónimo disse...

"As minhas belas mãos roxas",

um poema pelo poeta comentador...

Olhei para mim,
por favor:
olhai para mim.
Sou o dono das mãos roxas
e odeio quem veste o oposto de mim,
sejam eles liberais
ou conservadores.
Cito a Vogue
a propósito e a despropósito,
mas ai se alguém me disser que
o faço fora de contexto.
Eu sou o dono do Belo.
O meu Belo é o único que existe.
E o de hoje não é o de ontem:
flutua ao ritmo dos meus suspiros,
das minhas flutuações de alma,
das minhas dores de coração.
nada de me dizerem
que "azul" é "azul" e
que "vermelho" é "vermelho".
Nada disso!
Nada de extremos.
O melhor é andar pelo espaço de ninguém,
ali pelo roxo.
O roxo das minhas belas mãos roxas.

Peter disse...

Esses tons de púrpura que é considerado a “rainha das cores” não é o que usam os “príncipes “ em Roma! Parece que no império romano era de um valor incalculável e só o imperador é que podia vestir-se totalmente de púrpura… os restantes membros podiam usar algumas partes da roupa com esse tom conforme os patamares de poder que ocupavam! Já agora, parece que é feito da extracção de um músculo… Bom, a cada um o seu: a uns, as “luvas”… assim, aqui o nosso poeta anónimo pode escrever poesia sem correr o risco de ganhar frieiras nas mãos, é que este Inverno não está nada meigo….! A outros, as “vestes purpuradas”… não sei é como aguentam o solidéu naquelas cabeças santas com tanta borrasca que vai pelos claustros do mundo…!

Peter disse...

Já agora caro Anónimo poeta das 2:19 PM – gosto mais da cor verde… é a cor da Esperança … um tesouro incalculável que Cristo nos ofertou a todos!

“Assim também vós agora, na verdade, tendes tristeza; mas outra vez vos verei, e o vosso coração se alegrará, e a vossa alegria ninguém vo-la tirará. “ (João 16,22)…

Não há luvas nem púrpuras que possam substituir esse tesouro e essa certeza que é o ES em nós…!

Peter disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Priscilla disse...

"Já agora, parece que é feito da extracção de um músculo…"

Estes teclados são mesmo traiçoeiros...queria referir-se certamente a molusco...

Saudações fraternas.

Peter disse...

Sim... “traiçoeiro”… nem tanto, para ser honesto antes diria que as mãos que o teclam é que deveriam estar mais atentas e menos apressadas em terminar o que desejam transmitir-partilhar... vou tentar estar mais atento no futuro... (deixa-te de promessas e vê se cuidas mais essa escrita ó Peter)… grato pelo cuidado e ajuda...Priscilla, uma alma sempre atenta!

Saudações fraternas tb...

Anónimo disse...

Novo texto no "Inimigo eclesial": "Peter o megalómano volta para o 1º ano da catequese".

Peter disse...

Anónimo das 11:14 AM – penso que é suficientemente inteligente para perceber os significados, os resultados e as consequências do BULLYING que são muito abrangentes para eu os estar agora aqui a descodificar! Certamente que não estou imune nem fujo à crítica seja sobre que opinião for, se entrei nestes espaços que são públicos, e se neles também emito opiniões, estou e devo estar aberto a escutar os outros e depois se algo não fica claro, então a esclarecer (não disse impor)… dando as razões do meu pensar, mas sem persistir na degradação do diálogo, no desrespeito e a agressividade constante e depreciativa sobre o outro só porque ele pensa diferente, algo que tem sido constante aqui nestes últimos tempos e que se vem a degradar a cada intervenção! Se o objectivo é silenciar-me ou afastar-me daqui, perde (ou perdem) o vosso tempo, quem me conhece bem sabe que fui e sou pessoa que dá sempre a cara, e que na luta pela Verdade nunca abandonei esse combate…


Quanto ao tema sobre o “inimigo eclesial”, sabe, nunca tive o hábito de dialogar com sombras … quem andou por estes espaços a criticar livremente (com razão ou sem razão isso agora não interessa) e depois fecha-se a sete chaves é porque teme algo ou se calhar tem algo a esconder, pois quem é verdadeiramente livre e sabe que e deseja só dizer a verdade, sabe e acredita sempre que podem aprisionar-lhe e até matar o seu corpo mas jamais conseguirão aprisionar-lhe a alma, porque essa pertence há muito a Deus! Ora se alguém é mesmo livre, então não tem porque se esconder ou fechar-se rodeado de muralhas onde só entram os convidados que escolhe pessoalmente para a sua mesa onde depois lhes serve a sua embriaguez que saciou-fartou a sua sede narcisista com o seu próprio vinagre existencial…!


Sobre o conteúdo do texto, não estou e jamais estaria preocupado com algo que escrevam sobre a minha pessoa, a liberdade de expressão é e foi sempre sagrada para mim, desde que não caiam na calúnia ou no desrespeito…, escreverem pois até a fazer humor que até aprecio, sobre mim e o meu barro é algo que não me tirará o sono, seja em que lugar for, nunca tive nada a esconder nem tenho… as únicas insónias que tenho é das dores de dentes terríveis que por vezes me assaltam, o resto, durmo muito bem! Finalizando, quanto à questão de “voltar à catequese”… sempre fui e sou discípulo de um só Mestre e Pai… Jesus Cristo… os pacotes doutrinais e outros, embrulhados pelos pensares e actuares dos homens já os esqueci há muito na estação onde apanham o comboio para a terra da ilusão aqueles que compraram bilhete na feira das presunções e certezas humanas!

Os dois maiores erros da história de Portugal

António Rendas, reitor da Universidade Nova (de partida) e durante dez anos reitor dos reitores portugueses, diz que "expulsar os judeu...