sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

Aborrecimento

Não tenho, em oitenta e dois anos, nenhuma recordação de ter estado alguma vez aborrecido, exceto em reuniões mundanas ou diplomáticas, onde tive a impressão de que nada era sincero, nada era verdadeiro... Nunca.

Abbé Pierre, 1995

Sem comentários:

Lucas 15, a esquerda e a direita

Tem piada o artigo de Inês Teotónio Pereira, "A esquerda que queremos ser", no DN de ontem. "Somos [os da direita] aquele i...