segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

21 de janeiro de 1525. Perto de Zurique funda-se a primeira igreja anabatista


Queima de anabatistas em Amesterdão

Os anabatistas foram os radicais e derrotados da Reforma Protestante. A primeira igreja destes defensores da adesão consciente a Cristo – daí o batismo somente na idade adulta e rebatismo dos que tinham sido batizados em criança; “ana-batista” tem o sentido de batizado de novo – foi criada perto de Zurique no dia 21 de janeiro de 1525.

Os anabatistas foram perseguidos pelos católicos e protestantes e massacrados na Guerra dos Camponeses. Quase desapareceram, mas deram origem aos menonitas e influenciaram os quakers, que são pacifistas e profundamente democráticos. Os amish também se reclamam dos anabatistas.

3 comentários:

Anónimo disse...

Os católicos e os protestantes a perseguir, a massacrar, a queimar vivo? Que infâmia! Pois são tão santinhos!!! Uma das igrejas até se autodenomina de "santa"!

Anónimo disse...

Santa, de facto, não pelos seus membros, mas por ser agida, quando O deixam, pelo Espírito Santo. Não é o que diz a Bíblia dizendo que os crentes são "povo santo"? E quem o é? Alguém além de Deus?

Kaline disse...

A Igreja Batista também vem dos anabatistas, eu era católica, mas há alguns anos me converti e sou membro de uma igreja batista, mas não condeno os católicos, vejo que a igreja católica tem acendido mais o amor pelas pessoas e nós batistas também erramos, somos humanos, o que temos que crê e confessar publicamente é que Jesus Cristo é o nosso Salvador e daí teremos a vida eterna, como fala em João 3:16, porque a vida aqui na terra é passageira então devemos amar uns aos outros, e a Deus!

Para quando a primeira cardeal?

É inovação do Papa a nomeação de cardeal de um bispo auxiliar? O Papa Francisco disse no domingo que vai fazer cinco novos cardeais. Um de...