quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

O Papa no Twitter

Mandam mensagens por ele, claro, mas a questão é:

Não podiam ao menos sair dos lugares comuns? Nem um bocadinho de provocaçãozinha, originalidade, audácia?

A marca Twitter, pelo menos, deve estar contente com a bênção.

Sem comentários:

Lucas 15, a esquerda e a direita

Tem piada o artigo de Inês Teotónio Pereira, "A esquerda que queremos ser", no DN de ontem. "Somos [os da direita] aquele i...