sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

O nosso problema com o Natal

Diz o pastor batista e cantor rock (desconte-se-lhe o criacionismo biológico), Tiago Cavaco:


Não devíamos odiar o Natal porque o Natal nos torna hipócritas, mas devíamos amar o Natal porque o Natal nos mostra hipócritas. O problema não é o Natal, o problema somos nós.

Li aqui (ver dia 18 de dezembro de 2012).

2 comentários:

Anónimo disse...

Odiamos o Natal pela mentira da data em si. Alguém sabe a data em que Jesus de Nazaré nasceu? A data do Natal católico é a duma festa pagã do solestício de Inverno. Odiamos o Natal pelo despesismo, pelo exagero de comidas, de festanças, de prendas...Deveríamos Amar O Natal pelo que representa: JESUS DE NAZARÉ.

Jorge Pires Ferreira disse...

Caro amigo, a data em si pouco importa. Que nasceu, nasceu. Que seja na - julgava-se - noite maior do ano, tem o seu simbolismo.Que de facto já um fartote de Natal (de consumo, mas também e boas intenções, mas inconsequentes) ao ponto de no dia seguinte já não podermos ouvir falar de Natal, também é verdade. E daí o valor da frase. Bom domingo.

Os dois maiores erros da história de Portugal

António Rendas, reitor da Universidade Nova (de partida) e durante dez anos reitor dos reitores portugueses, diz que "expulsar os judeu...