terça-feira, 25 de dezembro de 2012

O ambiente de Jesus

Desde o seu nascimento, Jesus não pertence àquele ambiente que, aos olhos do mundo, é importante e poderoso; e contudo, é precisamente este homem irrelevante e sem poder que Se revela como o verdadeiramente Poderoso, como Aquele de quem, no fim de contas, tudo depende.


Joseph Ratzinger, "Jesus de Nazaré. A infância de Jesus", pág. 60

1 comentário:

Anónimo disse...

Interessante é afirmar isso, escrevê-lo, dizerem-se representantes d'Ele e fazerem precisamente o contrário. :(

Os dois maiores erros da história de Portugal

António Rendas, reitor da Universidade Nova (de partida) e durante dez anos reitor dos reitores portugueses, diz que "expulsar os judeu...