sábado, 15 de dezembro de 2012

Como Umberto Eco começou com as listas



Tive uma educação católica e, consequentemente, habituei-me a recitar e a ouvir litanias. As litanias são por natureza repetitivas. Normalmente são listas de frases laudatórias, como as Litanias da Virgem: «Sancta Maria», «Sancta dei genitrix», «Sancta Virgo virginum», «Mater Christi», «Mater divinae gratiae», «Mater purissima», etc.
As litanias, como as listas telefónicas e os catálogos, são um tipo de lista. São casos de enumeração.

Umberto Eco nas "Confissões de um jovem escritor" (ed. Livros Horizonte), pág. 91.

Sem comentários:

Uma questão de visão, talvez

D. Carlos Azevedo diz que a nomeação de D. António Marto para cardeal tem mais a ver com a visão dele (do nomeado) da Igreja do que com a li...