sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Como os humanos crescem

Sabe-se, começa-se a saber e, cada dia, importará saber ainda mais, que nada se consegue entre humanos a não ser ao preço de paciência sem fim... Não é a puxar pelo trigo que o fazemos crescer mais depressa.

Abbé Pierre, 1957

Sem comentários:

Lucas 15, a esquerda e a direita

Tem piada o artigo de Inês Teotónio Pereira, "A esquerda que queremos ser", no DN de ontem. "Somos [os da direita] aquele i...