domingo, 16 de setembro de 2012

Miguel Esteves Cardoso: "Aprendam a ser ofendidos"

Crónica de Miguel Esteves Cardoso no "Público" de hoje. 

1 comentário:

Anónimo disse...

Estou em plena sintonia com este texto. Nunca deixarei de acreditar que a liberdade de expressão (arma contra todas as formas de ditadura e opressão) é mais importante do que o direito do outro a não ser ofendido por este ou aquele motivo mais ou menos intencionado para silenciar o pensamento crítico.

Adiante. Recentemente no mesmo "Público" Augusto M. Seabra equiparou a intolerância cristã (perante, referiu tal autor, a publicação de uma foto do Papa com urina e excrementos) com a intolerância islâmica. Pergunto-me: como se pode comparar um processo judicial com a violência extrema que estamos a ver por todo o mundo islâmico em consequência de um filme que apresenta Maomé como violento e mulherengo (e não o foi)?

Fernando d'Costa

Os dois maiores erros da história de Portugal

António Rendas, reitor da Universidade Nova (de partida) e durante dez anos reitor dos reitores portugueses, diz que "expulsar os judeu...