segunda-feira, 23 de julho de 2012

O Bispo e os diabinhos

Da crónica de Fernando Madrinha no "Expresso" de sábado passado. Maçonaria e a confirmação da angeologia clássica (incluindo a doutrina tradicional do diabo e dos demónios) pelo bispo das Forças Armadas.



6 comentários:

Anónimo disse...

Relvas continua ministro porque, como o nome indica, é uma grama muito resistente, uma espécie de capim que se espalha muito facilmente em qualquer terreno. Por outras palavras, é um capim todo-o-terreno. E estando Portugal reduzido a um campo de golfe de neo-liberais, a relva é sempre necessária para garantir o desporto...

Anónimo disse...

Relvas continua ministro porque os coelhos são herbívoros.

Anónimo disse...

Mas este bispo parolo tem levado no pêlo forte e feio. E é-lhe bem feito pois é um mal criado. Tem levado cada nos media...

Anónimo disse...

Sejamos, por um momento, humildes e cristãos : temos os bispos que merecemos.

Anónimo disse...

Claro que temos os bispos que merecemos! Uns são malcriados, outros são "de brincar", como alguém já escreveu neste blogue, e outros, não são carne nem peixe. Andam por aí!...

Anónimo disse...

D. Anacleto e D. Couto, dois bispos que não se enquadram no descrito: são educados, não são "de brincar", nem "andam por aí". Sabem ser BISPOS!

Os dois maiores erros da história de Portugal

António Rendas, reitor da Universidade Nova (de partida) e durante dez anos reitor dos reitores portugueses, diz que "expulsar os judeu...