terça-feira, 31 de julho de 2012

A palavra é um soberano poderoso

A palavra é um soberano poderoso
porque com um sopro pequeníssimo e completamente invisível
realiza obras profundamente divinas,
de facto, ela tem a capacidade de apagar o medo
de difundir a alegria
de intensificar a compaixão.


Górgias, "Elogio de Helena""

Sem comentários:

Uma questão de visão, talvez

D. Carlos Azevedo diz que a nomeação de D. António Marto para cardeal tem mais a ver com a visão dele (do nomeado) da Igreja do que com a li...