quarta-feira, 13 de junho de 2012

Já que hoje só se fala de futebol

Estreou em Buenos Aires a peça de teatro "A filha de Deus". É protagonizada por Dalma Maradona, filha mais velha de Diego Maradona, o deus a que se refere a peça.


A peça é de Erika Halvorsen e conta peripécias, anedotas e histórias do futebolista. A estreia foi ontem. Não sei se Maradona esteve presente, mas a filha, na antevisão, disse: "Se Deus quiser, ele estará aqui no dia 12". A autora e encenadora emendou: "Se ele quiser".


E o título e a peça lembram-me que já existe uma igreja maradoniana (parece que foi criada no rescaldo da desilusão que representou para alguns a eleição de Pelé como melhor futebolista de sempre), que tem como dia de Páscoa o 22 de junho (quando Maradona marcou com "la mano de Dios" o golo à Inglaterra, no México 86) e um tetagrama sagrado, D10S - "Dios" mais o 10 da camisola.

1 comentário:

António Pires disse...

Qual será a padroeira dessa igreja "Maradonaoista"??? a SANTA HEROÍNA??

Semana dos Seminários

Parece que se dizem agnósticos (ou o mais conhecido deles). Mas a simbologia católica (sim, mais católica do que simplesmente protestante ou...