quarta-feira, 13 de junho de 2012

Fé, credulidade e crítica



A fé não se identifica com a credulidade fácil e cega, nem com o simplismo acrítico. Não está em contradição com o pensamento critico; encontram-se ambos em estreita aliança. Uma fé desprovida do elemento crítico tornar-se-ia insípida e impotente.


Walter Kasper, "Introdução à fé", Telos, pág. 89

Sem comentários:

Os legionários, os arautos, os sodalícios, os malteses, os imaculados... todos diferentes, todos muito iguais nos lados obscuros, nas trapal...