quarta-feira, 16 de maio de 2012

Nem ênfase untuosa nem gelo catedrático



Se, fugindo ao mau gosto dos compiladores devocionais, passamos, em busca de luz, aos monopolistas da «verdade histórica», tombamos de uma devoção fastidiosa para uma confusão estéril. Os primeiros não sabem reconduzir a Cristo os extraviados e os outros perdem-no de vista nas selvas da controvérsia. Um e outros não convidam a ler: isto é, escrevem mal. Se a fé os separa, o mau estilo os une. E aos espíritos que conhecem, embora apenas de passagem, a poesia do Evangelho, idílio divino e tragédia divina, repugna tanto a ênfase untuosa dos primeiros como o gelo catedrático dos segundos.


Giovanni Papini, "História de Cristo" (Livros do Brasil), pág. 13

Sem comentários:

Os dois maiores erros da história de Portugal

António Rendas, reitor da Universidade Nova (de partida) e durante dez anos reitor dos reitores portugueses, diz que "expulsar os judeu...