domingo, 29 de abril de 2012

Palavras que apontam para Deus

Elizabeth A. Johnson

Se Deus é essencialmente insondável, acima de todas as denominações e pensamentos, além de todo o ideal e valor, um Deus vivo! - como é possível afirmar algo em relação ao divino? Quando realmente ousamos falar, qual é o significado das palavras, imagens, histórias e conceitos que empregamos? Obviamente, os únicos blocos construtivos que possuímos são a experiência, as relações, qualidades, nomes e funções extraídas das criaturas. Entre esses, em reposta às experiências em relação ao mistério absoluto presente no mundo e na história, ou em contraste com as experiências do sofrimento e do mal, os mais caros dentre os nossos relacionamentos e qualidades são articulados como palavras que apontam para Deus.


Elizabeth A. Johnson, "Aquela que é. O mistério de Deus no trabalho teológico feminino" (Vozes), 170

Sem comentários:

Para quando a primeira cardeal?

É inovação do Papa a nomeação de cardeal de um bispo auxiliar? O Papa Francisco disse no domingo que vai fazer cinco novos cardeais. Um de...