terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

28 de fevereiro de 870. Termina o IV Concílio de Constantinopla


O IV Concílio de Constantinopla, o oitavo reconhecido como ecuménico pela Igreja Católica (mas não pelos ortodoxos, que dizem que o IV é o de 879-880), começou no dia 5 de outubro de 869 e terminou no dia 28 de fevereiro de 870.

Neste concílio, convocado pelo imperador bizantino Basílio I pelo Papa Adriano II, estiveram em discussão principalmente dois assuntos: a condenação do Patriarca Fócio (que defendia mais poder para Constantinopla e, supostamente, uma curiosa teoria das duas almas, uma terrena e mortal e outra celeste e imortal) e a confirmação da veneração de imagens, assunto que já vinha de Niceia II, contra a iconoclastia.

Fócio é condenado (mas mais tarde é reabilitado pelos ortodoxos e venerado como santo até aos dias de hoje) e o poder de Constantinopla sai reforçado sobre os outros patriarcados orientais (Alexandria, Jerusalém e Antioquia).

Sem comentários:

Semana dos Seminários

Parece que se dizem agnósticos (ou o mais conhecido deles). Mas a simbologia católica (sim, mais católica do que simplesmente protestante ou...