quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

O cristianismo não morrerá de velhice se...

O cristianismo não morrerá de velhice, porque aquilo que professa é tudo o que o homem percebe como sendo o sentido último e definitivo da sua própria vida, além do qual não pode ir. As formas com que ele se explicará e dará testemunho no futuro estão encerradas num plano misterioso que inclui a liberdade criativa da Igreja, quando tiver de corresponder às exigências do Espírito.



Rino Fisichella, "A fé como resposta de sentido", Paulinas, pág. 159

Sem comentários:

Semana dos Seminários

Parece que se dizem agnósticos (ou o mais conhecido deles). Mas a simbologia católica (sim, mais católica do que simplesmente protestante ou...