sábado, 10 de setembro de 2011

Pergunta errada

Fico profundamente ressentido quando me perguntam se sou liberal ou conservador. É a pergunta errada. É como perguntar a um homem quando deixou de bater na sua mulher. (...) Não pode haver vitória de nenhum dos partidos (...), porque isso seria a derrota da Igreja.


Timothy Radcliffe, nas páginas 252 e 258 de "Ser cristão para quê?"

Sem comentários:

Uma questão de visão, talvez

D. Carlos Azevedo diz que a nomeação de D. António Marto para cardeal tem mais a ver com a visão dele (do nomeado) da Igreja do que com a li...