sábado, 3 de setembro de 2011

Peregrinação para o mistério

Ortodoxia não significa a repetição impensada e invariável das fórmulas usuais. (...) Ortodoxia é falar da nossa fé de maneira a manter em aberto a peregrinação para o mistério. (...) É uma falta de coragem precipitar-se para a condenação.


Timothy Radcliffe, na pág. 275 de "Ser Cristão para quê?" (ed. Paulinas)

Sem comentários:

Uma questão de visão, talvez

D. Carlos Azevedo diz que a nomeação de D. António Marto para cardeal tem mais a ver com a visão dele (do nomeado) da Igreja do que com a li...