segunda-feira, 6 de novembro de 2017

Bíblia, adultério e violência doméstica

Muito se escreveu sobre o juiz do Porto e a Bíblia. Mas julgo que ninguém até agora tinha dito na imprensa portuguesa que a maior novidade de Jesus - sim, é mesmo uma novidade, uma revolução - sobre o casamento, que é esta: “Quem se divorciar da sua mulher e casar com outra, comete adultério contra a primeira” (Mc 10,11). Até então só o homem tinha direitos matrimoniais e o adultério - cometido por homens e mulheres - era sempre relativo ao casamento de um homem. É o que explico no que vai na imagem e que foi publicado no jornal da Diocese de Aveiro.

Sem comentários:

Como viver biblicamente