quinta-feira, 6 de novembro de 2014

Nulidades rápidas


JN de 06 de novembro de 2014. O despedimento foi na Argentina. Quanto à rapidez, facilidade e barateza do processo é simples: copiem o divórcio na hora português. Poderia ser "nulidade na hora". Acontece que não é aqui que reside o problema. Mesmo que todos as declarações de nulidade fossem rápidas, baratas e fácis, continuaria a haver muitos católicos recasados que não põem a questão da nulidade do primeiro casamento.

1 comentário:

Anónimo disse...

Os canonistas de Lisboa que tiraram um curso de duas semanas numa cidade espanhola também são assim. E agora dão formação. Quando abres os olhos petit Patriarca da capital. És como eles? hihihi

E tem muito peso na sua vida?

Lido hoje no DN . Entrevista a Patrícia Reis (a da revista "Egoísta"). Falámos só do abuso em relação à Sofia mas há outros te...