quarta-feira, 2 de julho de 2014

Livro do padre da televisão

Um livro que ando a ler com muito gosto.

1 comentário:

Miguel disse...

Eu percebi o ser “recado” Jorge! Realmente é verdade que a caricia do ego não é só enfermidade de uma classe sacerdotal…! Já agora, onde parará aquele cantor, que passava mais tempo na tv do que a cuidar da sua própria paróquia, ali para os lados do castelo de Almourol…! Bom, em nome da verdade, seja dado aqui algum “beneficio da dúvida” … até porque, quando os espaços são usados para o Anúncio, não há mal nenhum nisso, antes pelo contrário… o problema é aquela malfadada câmara, transformar-se num eterno “espelho meu”.. bem ao jeito daqueles contos de Grimm.. ou pior ainda, quando usada como um meio para instrumentalizar… infelizmente, esse é um mal/vicío que não é só monopólio das nossa praça religiosa, ele também afecta outras áreas da sociedade laica! Enfim… até quando Senhor, nos suportarás!

Os dois maiores erros da história de Portugal

António Rendas, reitor da Universidade Nova (de partida) e durante dez anos reitor dos reitores portugueses, diz que "expulsar os judeu...