domingo, 1 de dezembro de 2013

Parece que a Igreja portuguesa detesta Francisco

Mário Soares escreveu isto no "Público" de ontem:



(...) A Igreja portuguesa tem mantido um silêncio inaceitável, tal como o atual patriarca, em relação ao Papa. Parece que não gosta dele ou mesmo que o detesta.

11 comentários:

Anónimo disse...

Atenção. Tudo o que Soares diz, vai dar precisamente ao contrário. Façam o exercício e verão isso. Só bacouradas. Já nem falo na política. A maneira como fala de Cavaco. Só se enterra.

Anónimo disse...

À esquerda tudo se perdoa.

Anónimo disse...

Não gosto de Mário Soares, mas estou de acordo com esta sua afirmação. Parece mesmo que os dignitários da Igreja Portuguesa não gostam do Papa Francisco. Oxalá estejamos enganados...

Anónimo disse...

Belo e oportuno artigo de Mário Soares. Mais uma vez, colocou o dedo na ferida : parece que a hierarquia da Igreja Católica portuguesa, muito clero e os próprios católicos (sobretudo os mais tradicionalistas) não gostam do Papa Francisco... Sou católico e tenho exactamente a mesma impressão.

Fernando João Fernandes Oliveira Martins disse...

Quer ler isto até pode pensar que é verdade - a Igreja Católica é só uma, na sua pluridade e diversidade, mas está toda unida e feliz com o seu novo pastor, o Bispo de Roma, desde o mais simples crente até ao topo da sua hierarquia. É pena que o filho do Padre João Soares (que, até ao final da vida, lia religiosamente todos os dias o seu breviário...) não o perceba, tal como não percebeu o Bispo de Setúbal, quando este o avisou da fome que havia na sua diocese, quando Mário Soares era primeiro ministro e teve de trazer o FMI para Portugal, pela segunda vez, para resolver as suas asneiras. Mas o que esperar de um senhor com 89 anos, que mostra há muito tempo ser um caso severo de senilidade...?!?

Anónimo disse...

Não creio que Mário Soares seja, como diz, "um caso severo de senilidade". Se assim fosse, não causaria ondas nem incomodaria o Governo... O que me preocupa é a senilidade precoce dos nossos governantes.

Anónimo disse...

Gostaria muito de saber em que é que o ensino da Universidade Católica Portuguesa, tida como uma escola de excelência em matérias de gestão e de economia, se distingue das suas congéneres ?
Dá-me impressão - é apenas uma impressão -, de que os ilustríssimos economistas e gestores saídos da Católica se estão, em português vernáculo, completamente borrifando para a doutrina social da Igreja e preocupados apenas com "competitividade", "empreendedorismo" e coisas quejandas... Ou engano-me ?

Anónimo disse...

Adenda : nota-se, no espaço público, a diferença que fazem dos outros economistas e gestores ? Gostava de ouvir opiniões...

Maria de Fátima disse...

Contrariamente ao que alguém disse acima, Mário Soares não incomoda ninguém. Mas envergonha muita gente. Falta-lhe humildade e o recolhimento adequado a este tempo da sua vida.

Anónimo disse...

Pelo que sei e observo o papa Francisco é bem aceite pela igreja portuguesa incluindo a sua hierarquia, ademais tem atraído aqueles crentes que se encontram nas franjas tal Zaqueus...

Mário Soares é um caso severo de senilidade, para não dizer outra coisa já que, não quero faltar ao respeito a uma pessoa de idade. (reparem que não digo a um senhor, isso ele nunca foi!)

Anónimo disse...

Eu conservador afirmo a minha total satisfação com Papa. Alias, depois dos outros dois achava dificil chegar outro ao mesmo nivel, afinal aí o temos!!! Este tem outra missao que é tirar os catolicos que estavam na zona de conforto desse 'quentinho', obviamente alguns a principio nao se sentem mt preparados. Façam os progressistas o mesmo exercicio que tb bem precisam e taçam o favor de o escutar na totalidade....Mario soares infelizmente é isso mesmo: só ares. Só me faz confusao como haja ainda gente que o coloca num pedestral
Jacome

Semana dos Seminários

Parece que se dizem agnósticos (ou o mais conhecido deles). Mas a simbologia católica (sim, mais católica do que simplesmente protestante ou...