sexta-feira, 8 de novembro de 2013

Infinto no finito

Há um infinito em todos os nossos atos voluntários; infinito que, por nos próprios, não podemos conter na nossa reflexão nem reproduzi-lo com o nosso esforço humano.

Maurice Blondel

Sem comentários:

Os dois maiores erros da história de Portugal

António Rendas, reitor da Universidade Nova (de partida) e durante dez anos reitor dos reitores portugueses, diz que "expulsar os judeu...