domingo, 28 de julho de 2013

Bento Domingues: "Os trabalhos do Papa Francisco"

Início do texto de Bento Domingues no "Público" de hoje:

Para muita gente, o que parece é e, ao que parece, temos dois papas. Vestem-se ambos de branco, usam ambos um solidéu branco, os sapatos são diferentes. Um escreve a encíclica para o outro a publicar com a sua assinatura, mas declarando que não foi ele que a escreveu. O seu a seu dono, sem se saber quem é o dono. Os meios de comunicação informaram que, para a viagem ao Rio de Janeiro, o Papa Francisco foi-se aconselhar com o ex-Bento XVI. Quem andava assustado com o desembaraço deste Papa, gosta de saber que ele se aconselha com a sisudez de Ratzinger. Para os tempos que correm e para enfrentar os lobos do Vaticano, dois papas não são de mais.
Esta parece conversa de quem não quer que se toque no poder da Cúria, nas vergonhas do Banco do Vaticano e se distrai com um regime de indulgências a bom preço e de fácil acesso, a qualquer hora e lugar: basta ver, escutar e twittar.

2 comentários:

Anónimo disse...

Ja disse varias vezes que Bento Domingues depende da lua. Umas vezes lá acerta outras... Só bacouradas.

Anónimo disse...

Tenho pena de Bento Domingues. Quanta amargura, quanta desesperança. ...quem nao acredita nos outros o que espera encontrar no céu?

Lucas 15, a esquerda e a direita

Tem piada o artigo de Inês Teotónio Pereira, "A esquerda que queremos ser", no DN de ontem. "Somos [os da direita] aquele i...