quarta-feira, 12 de junho de 2013

Quem disse isto? Deus e a razão

Quem disse isto?

Não agir segundo a razão é contrário à natureza de Deus.

a) um perigoso racionalista
b) Bento XVI
c) Kant
d) Lutero

Resposta (selecione): b) Bento XVI no polémico discurso de Ratisbona, em 2006. Lutero nunca diria tal coisa. Pelo contrário, dizia que a razão é a rameira do diabo...

4 comentários:

Pedro Gomes disse...

Este não é tão surpreendente assim... Para Ratzinger, a abertura à fé não exclui, pelo contrário inclui, a razão. E esse discurso de Ratisbona é disso um bom exemplo. Infelizmente, a polémica em que esteve envolvido ofuscou a essência do texto.

Anónimo disse...

Polémica injustificada. A verdade nunca deve chocar senão aqueles que a abominam.

Por falar em ramaeiras: há quem se prostitua com a sua espiritualidadezinha caseira que mais ninguém pode partilhar. Felizmente que o cristianismo -- aquele que ama e segue a Jesus Cristo -- não é isso.

Peter disse...

Anónimo (10:55), acho que lhe anda a fazer alguma falta reler o cp.17 de Apocalipse mas agora com maior atenção e cuidado! Já agora, não se esqueça de ter por perto, alguma capacidade (nem que sejam os mínimos), de fazer-construir alguma exegese despida de preconceitos e ranços doutrinais, para depois então perceber-descobrir afinal quem é essa tal “rameira” e que espécie de “prostituição” anda a exercer por essas vielas da vida espiritual!

Peter disse...

Se por caso tiver alguma dificuldade, ou sente que se pode perder ainda por tais ambientes, eu posso ajudá-lo com um GPS espiritual já desbloqueado dessas multinacionais religiosas e assim ser-lhe-á mais fácil encontrar a melhor direcção sem ter que se perder por esses caminhos exegéticos! Indicações seguras para encontrar muitas pistas boas é coisa que não falta, é só pedir que eu forneço-lhe os códigos e as fontes! Não se preocupe, é completamente gratuito! “ De graça recebeste, de graça dai” (Mt 10,8).

Lucas 15, a esquerda e a direita

Tem piada o artigo de Inês Teotónio Pereira, "A esquerda que queremos ser", no DN de ontem. "Somos [os da direita] aquele i...