quinta-feira, 14 de março de 2013

A cruz de Francisco é de quê?


De ouro, não é. É de ferro?

9 comentários:

Anónimo disse...

chama-se...prata.

Albertino

Pedro Gomes disse...

É de qualquer coisa simples... e isso é (simbolicamente) bom!
Já agora, alguém sabe apontar para algum escrito dele? Confesso desconhecer o que tenha escrito, mas imagino que alguma coisa há-de ter...

Jorge Pires Ferreira disse...

Pedro Gomes, ele tem dois ou três livros escritos, nenhum em português.

"Mente Aberta, Coração Crente"
http://www.aica.org/2763-un-libro-del-card-bergoglio-para-rezar-reflexionar-meditar-en.html

"Sobre o Céu e a Terra" (o mais conhecido)
http://www.libreriapaidos.com/resultados.aspx?c=Bergoglio%2C+Jorge&por=AutorEstricto&aut=53556

E um livro-entrevista
"El jesuita. Conversaciones con el cardenal Jorge Bergoglio"
http://www.revistacriterio.com.ar/nota-tapa/libro-el-jesuita-conversaciones-con-el-cardenal-jorge-bergoglio

Jorge Pires Ferreira disse...

Obrigado, Albertino. O cordão parece de prata, mas a cruz não. Ou pelo menos não está polida.

Anónimo disse...

Argentino
adj.
1. De prata.
2. Que soa como prata.
3. Relativo ou pertencente à Argentina.
s. m.
4. Natural, habitante ou cidadão da Argentina.

Uma cruz argentina. Simples.

Jorge Pires Ferreira disse...

Obrigado! E o Rio da Prata fica lá para aqueles lados.

Pedro Gomes disse...

Obrigado, Jorge. Estou seguro de que teremos versões portuguesas em breve (infelizmente, talvez breve demais, que as boas traduções não se fazem à pressa!)
Alguns dos títulos deixam bons apontamentos. Tal como alguns pormenores desde que conheci este homem (ontem, numa varanda romana): uma cruz por polir, um homem inclinado perante o povo que deve orientar para Deus, um sorriso sincero... e o nome escolhido: em tempos de economias, escolher-se a humildade da pobreza. Não sei se é bom teólogo, mas os sinais que escolhe parecem falar de um bom pastor!

Anónimo disse...

Não tem de quê, Sr.Jorge.
Pode ser Argentino, logo prata, mas, pelo que vi ontem e hoje, tem um coração de ouro. E isso, sim, o que tem dentro do peito, é que é o mais importante.

Quanto aos livros ficamos à espera, mas como pastor que é fico sobretudo à espera das homilias. Esta primeira, à volta do "caminhar, construir e confessar" já me deixou rendida.

Maria João Brás

Anónimo disse...

O Papa Francisco anda de transporte publico. O bispo de Bragança VOA WW Passat CC!

Lucas 15, a esquerda e a direita

Tem piada o artigo de Inês Teotónio Pereira, "A esquerda que queremos ser", no DN de ontem. "Somos [os da direita] aquele i...