quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

Deus escondido

Aprendam ao menos qual é a fé que rejeitam, antes de rejeitá-la. Se esta religião se vangloriasse de ter uma clara visão de Deus e de possuí-la abertamente e sem véus, seria efetivamente um modo de combatê-la o dizer que não se vê nada no mundo que no-la mostre com tal evidência. Mas o cristianismo diz, ao contrário, que os homens estão nas trevas e no forçado afastamento de Deus, que ele se escondeu do conhecimento deles, que é precisamente este o nome que ele a si mesmo se dá nas Escrituras; Deus escondido, Deus absconditus...

Blaise Pascal

2 comentários:

Anónimo disse...

Vou-me repetir: o Deus "caché" de Pascal não é o Deus "absconditus" bíblico. Mais cuidado, por favor.

Esclareço: não é por Pascal dizer que é, que o é. Não é. O Deus "caché" de Pascal é um Deus jansenista que se esconde (e esconde a sua vontade) e jamais se dá a conhecer ao sujeito; o Deus "absconditus" bíblico é o Deus que está escondido no nosso coração por o estuque do egoísmo nos impedir de o conhecer.

A diferença é abismal.

Jorge Pires Ferreira disse...

Com certeza que sim, e agradeço o comentário vindo que quem entende do assunto.... Um jesuíta, um dos arqui-inimigos dos jansenistas?

Para quando a primeira cardeal?

É inovação do Papa a nomeação de cardeal de um bispo auxiliar? O Papa Francisco disse no domingo que vai fazer cinco novos cardeais. Um de...