quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

Pelo menos ainda temos o musgo



Neste Natal, foi curioso ouvir um ou outro assarapantado com a suposta expulsão do burro e da vaca do presépio. Um radialista perguntava, indignado, na Antena 3: “E agora, o que vou fazer com a burro e a vaca?” Na mesma estação de rádio, no programa “Portugalex”, alguém dizia que lhe era indiferente o desaparecimento dos animais, desde que não lhe tirassem o musgo.

Agora Bento XVI, o autor da expulsão dos animais (ainda que, na realidade, tenha escrito que “nenhuma representação do presépio prescindirá do boi e do jumento”), confirma via twitter que o musgo tem lugar no presépio.

24 Dez Bento XVI ‏@Pontifex_pt
Recorda ainda alguma tradição natalícia de família?

24 Dez Bento XVI ‏@Pontifex_pt
Dava-me grande alegria construirmos, juntos, o presépio em casa. Cada ano acrescentávamos novas figuras e, para o decorar, usávamos musgo.

1 comentário:

Anónimo disse...

nossa que polêmica toda por causa da vaca e do burro...
que polêmica inútil...
meu Deus...

Para quando a primeira cardeal?

É inovação do Papa a nomeação de cardeal de um bispo auxiliar? O Papa Francisco disse no domingo que vai fazer cinco novos cardeais. Um de...