segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Nódoa?


Humanista, moderno, amigo de Erasmo (inspirador do "Elogio da Loucura"), sonhador de sociedades novas. Queria que as filhas fossem cultas.

Tinha Tomás Moro em grande conta. Altíssima conta. Mártir da consciência. (E o quadro de Hans Holbein é sem dúvida um dos mais admiráveis retratos que alguém já pintou; aqui pode-se apreciá-lo com grande pormenor.) Mas então não é que mandou perseguir e matar seis reformadores luteranos? Pensava que ele neste assunto saía do "espírito da época".

6 comentários:

Anónimo disse...

Já em vida do próprio Thomas More circulavam calúnias a seu respeito. Pode citar a fidedigna fonte da sua informação ?

Priscilla disse...

Na Utopia de S.Tomas Moro estava previsto que ascendessem ao sacerdócio as mulheres em determinadas condições.

Jorge Pires Ferreira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Jorge Pires Ferreira disse...

Anónimo das 12:07,

desculpe só agora responder.
Li num dos ensaios de James Wood, o primeiro do livro "a herança perdida, ensaios sobre literatura e crença", na Quetzal.

Pág. 23: "Como Lorde Conselheiro, prendera e interrogara luteranos, por vezes na sua própria casa, e enviou seis defensores da Reforma para a fogueira (...)".

Jorge Pires Ferreira disse...

Priscilla, já não me lembrava desse aspeto da "Utopia", lida há muito tempo.

Mas pensa que More defendia mesmo a ordenação das mulheres, ou trata-se se uma inversão satírica, como é típico noutras situações da Utopia (liberdade religiosa, objetos vulgares feitos de ouro...) e em literatura da época?

Hei de voltar à leitura desse livro.

Priscilla disse...

Leia,por favor e diga-me o que concluiu.

Semana dos Seminários

Parece que se dizem agnósticos (ou o mais conhecido deles). Mas a simbologia católica (sim, mais católica do que simplesmente protestante ou...